Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

BEDA #fail

Eu falhei, gente.
Confesso que foi uma falha meio friamente calculada: estava meio frustrada com o BEDA e o soterramento de bons posts no meio de um mar de posts lixo. Eu já estava desanimada correndo pra postar qualquer coisa e ano que vem vou me programar melhor. Aliás, a única vez que eu consegui "completar" o BEDA foi em 2016 e lembro que eu tinha mais de 15 posts planejados. Esse ano eu tinha: zero. Hahahaha. Postar 23 vezes em agosto foi um sucesso, afinal :)
Eu no BEDA.
No Blog Day volto aqui pra fazer textão sobre a ~blogosfera~ (meu deus como odeio essa palavra) e indicar meus blogs favoritos <3

BEDA #23: Tag - os últimos

Vi essa tag no blog da Lu Vilha que viu AQUI MESMO NESSE BLOG QUE VOS FALA hahahaha, eu não tenho vergonha na cara.

TAG: os últimos…
A última série que você viu: estou revendo Please Like Me e não estou arrependida - uma das minhas séries favoritas, definitivamente.
O último filme que você viu:  Madame, e achei maravilhoso. Toni Colette é minha pastora e nada me faltará.
A última pessoa que você viu: minha mãe que tá aqui do lado
A última música que você ouviu: na padaria estava tocando I'm Like a Bird da Nelly Furtado e eu pensei QUE ANO É HOJE SENHOR
O último grupo favorito: Não sei :~
A última roupa que usou: toda de preto gótica desanimada (exatamente a mesma resposta de 2 anos atrás)
A última coisa que comeu: um pão com salame e queijo
O último doce que comeu: desenvolvi o infeliz hábito de tomar TODDYNHO e preciso superar isso. Se doce LÍQUIDO não conta, ontem comi bis.

BEDA #22: altas vibes na casinha

Talvez eu nunca mais pare de falar sobre minha futura casa e talvez eu tenha roubado e publicado retroativamente esse post ¯\_(ツ)_/¯
Depois que o pinterest e o instagram surgiram nas nossas vidas, ela virou um mar de inspirações né. A gente fica o tempo todo querendo coisas que a gente vê por aí e devido a minha nova condição de futura dona de casa as coisas que mais tenho desejado ultimamente são relacionadas à isso. 
Gosto de pensar que a casa da gente é um reflexo da gente e tenho muitas imagens e ideias que pretendo colocar em prática na minha futura casinha - tem que ter uma rede, tem que ter um canto pra leitura pra eu nunca ler, tem que ter plantas...
Mas existem coisas específicas que você pode ir ali e comprar e existem coisas que eu chamo de VIBES. Que vibe eu quero que minha casa passe? O que significa basicamente "Como eu quero que as pessoas se sintam quando eu publicar uma foto dela no instagram?" porque a gente tá no mundo é pra postar no instagram e dar inveja nas inimigas né, gente, vamos falar sério. (Sinto a necessidade de explicar que essa última parte é uma brincadeira). A lindíssima casa da Isadora pra mim é o melhor exemplo disso. Eu nunca fui mas me sinto bem só de olhar pras fotos, um lugar aconchegante que qualquer pessoa se sentiria em casa. Como eu queria que a minha fosse.
Essa casa que fica lá na Austrália foi a que mais mexeu comigo - inicialmente pensei QUERO UMA CASA IGUAL A ESSA e depois as fichas vão caindo e a realidade vai batendo. Primeiramente não quero uma casa igual a de ninguém, segundamente não posso ter tapetes porque tenho um cachorro que faz xixi neles, terceiramente não posso pagar coisas como VELUDO e ARTE. Mas eu posso ter muitas plantas e um sofá azul.
Fonte: aquiaqui e aqui.
Definitivamente uma parede com quadros porque amo. Definitivamente muitas cores - eu não sou uma pessoa neutra em questão de decoração (em questão de moda só ando de preto gotiquíssima).
Outra coisa que percebi no meu mar de inspirações é que eu quero um sofá colorido - gosto muito da ideia de uma estampa bonitona, mas o tiro pode sair pela culatra e eu enjoar muito rapidamente. Fico pensando se é viável um sofá que possa facilmente ser recauchutado, tipo uma capa? Eu tenho uma máquina de costura, afinal. Talvez um com almofadões? Pensando mais na praticidade da coisa, seria legal ter um sofá-cama pra quando alguém quiser visitar, mas acho que vai ser difícil encontrar um sofá-cama do jeito que eu quero. Dúvidas.
No momento estou só focando na decoração da sala e da cozinha (que são juntas) e renegando completamente a existência do quarto. No quarto preciso de coisas "chatas" como armários e quem se importa com armários, né? Hahaha.

BEDA #21: receita de pesto rosso

Fazem 84 anos que eu não posto uma receita aqui no blog, muito porque toda vez que eu quero postar uma receita aqui eu me sinto culpada por não estar postando uma receita lá. Pretendo voltar a postar no Viva o Bacon uma hora dessas e também voltar com a dieta, eu juro.
Então essa é uma receita de pesto rosso, ou pesto de tomate seco.
Você vai precisar de: manjericão, tomate seco, alho e castanhas do pará (ou qualquer outra oleaginosa). A medida é meio de olho - um punhadão de manjericão, mais ou menos o equivalente em tomate seco, mais ou menos metade em alho e metade da metade em castanhas.
O único "trabalho" aqui é desfolhar o manjericão e tirar a casca dos alhos. Depois bata no processador todos os ingredientes junto com um bom fio de um bom azeite de oliva.
Tradicionalmente vai queijo no pesto mas eu não coloquei porque prefiro colocar por cima da massa depois.
Ele vai virar uma pastinha deliciosa que pode ser usada pra o que tu quiser. Fica boa com massas, saladas, pães. tempero de carnes, whatever.
Eu usei o meu pesto para fazer um macarrão e ficou maravilhoso - é só cozinhar o macarrão até ficar al dente e misturar com o pesto. Finalizei com queijo, folhas de manjericão e bastante azeite.

BEDA #20: oficialmente sem fotos e ideias para post

Mais uma pra coleção de meias subversivas, essa também encomendei da China. Ando obcecada por meias engraçadinhas e quero todas que vejo.
E esse set de stationery comprei na Daiso Japan em São Paulo de ursos polares foi talvez a coisa mais fofa que trouxe da viagem.
Oficialmente tenho zero fotos e zero ideias para posts e ainda faltam 10 dias para acabar agosto :~ me ajudem?

BEDA #19: o que teve 2018

Eu sinto falta de verdade dos posts de final de mês, que chamava "o que teve". Não sei porque não fiz esse ano, acho que previ que não ia ter muito tempo pro blog :~ Adoro esses posts porque as fotos do stories não se perdem. Então separei as minhas favoritas desse ano pra falar um pouco sobre.
O Pipezinho é a estrela-mor do meu instagram e essas são duas fotinhos que gosto muito dele. A primeira é porque simboliza muito nossa relação - as manhãs são os momentos que eu e ele mais interagimos e ficamos sempre juntinhos entre um café e outro. E a outra é ele e minha irmã num raro momento de amor - o Pipe é obcecado por mim e pela minha mãe e não dá muita bola pra minha irmã, o que deixa ela bem triste às vezes hahaha.
Amei essa foto dos gatos do vizinho pegando um solzinho na janela, assim como amei essa foto de bergamotas com café. As duas simbolizam muito o inverno pra mim, que é uma estação que amo muito, mas esse ano está um saco - aqui em Porto Alegre só chove o tempo todo e quase não deu frio.
Teve esse dia em SP que eu e minha mãe passeamos na Oscar Freire enquanto tomávamos smoothies deliciosos. E teve também o dia que sai pra passear com minha priminha e o Pipe e vi essa Garagem do Livro que fica perto da minha casa mas eu nunca fui.-
Teve o dia que minha mãe fez lulas fritas e um dia mais distante lá no início do ano na Espanha, onde fizemos uma roadtrip muito legal. Tirei essa foto no carro quando paramos em um posto pra comprar algo pra comer e enfrentar 6 horas de viagem pela frente. O livro que estou lendo na foto ainda não terminei, o que significa que li DOIS LIVROS esse ano e quero chorar :~

BEDA #18: o que já tenho

Desde que comecei a pensar em me mudar e a economizar pra isso, meu foco sempre foi em coisas que preciso comprar pra cozinha. Eu sou cozinheira profissional, afinal, e queria ter uma cozinha completa desde o início. Ter uma casa está sendo um grande exercício de "let it go", a gente quer as coisas de um jeito mas 90% das vezes vai ter que encontrar outra solução hahaha. 
Por exemplo, poderia ter só panelas da Le Creuset e eletrodomésticos da Kitchenaid, mas não vai estar sendo possível no momento.
Comprei pratos brancos neutros pensando que com o tempo posso comprar alguns mais bonitinhos e fazer par com esses ,sabe? Eu gostei desse jogo porque o prato de sopa é tipo uma cumbuquinha :) No jogo vieram 6 peças de cada, o que me pareceu pouco, vindo de uma casa que tem pratos e espaço suficientes para talvez 120 pessoas ficarem perfeitamente acomodadas. 
Minha mãe é a melhor mãe do mundo e saiu abrindo gavetas da casa e pegando coisas pra me dar. Ela me deu essas formas lindinhas, uma de bolo e uma de mousse de salmão. Eu não tenho nenhum plano de fazer mousse de salmão, mas tenho vários planos de ter muitas coisas penduradas na cozinha. Esse peixe vai ficar fabuloso na parede <3
Ela também me deu um monte de coisas fofinhas, tipo essas espátulas e formas de porcelana - coisas que não ia comprar tão cedo mas que é super bom ter.
Mas a minha coisa favorita que ela me deu foi essa panelinha que ela comprou num antiquário e veio com uma inscrição dizendo que foi o prêmio de melhor net em duplas mistas no segundo dia do torneio da ABFGS de 2001 <3 não tinha a menor ideia do que se tratava, mas pesquisando agora descobri que ABFGS é a Associação Feminina de Golfe Sênior e já amo mais.
E esse é o jogo de panelas que comprei. Não amo a cor mas também não odeio e estava em promoção.
O amarelo não vai mesmo me incomodar
Enquanto ainda moro na casa da minha mãe o meu quarto virou um depósito de coisas para o futuro lar. Um pequeno caos do qual fico um misto de empolgada x apavorada toda vez que olho :)

BEDA #17: expecativa x realidade da casinha

Inaugurando oficialmente a sessão CASINHA aqui no blog.
Como todas as mudanças que fiz no meu quarto, provavelmente vou postar todo o andamento do meu apêzinho casa própria (aluguel próprio na verdade). Eu sou dessas que não tem verba pra pagar quem faça quer fazer tudo sozinha, então vai ter muito "projetinho", pintura mal feita e coisas dando mais errado do que certo. Amo a ideia de ter uma casa todinha DIY, com coisas fofas pra olhar e se orgulhar de si mesmo. Mas quem tem disposição de carvar um cactus com uma agulha de tricô numa borracha e carimbar uma almofada 197 vezes e ainda por cima medido e ebony ivory vivendo em perfeita harmonia? E no fim ficar horrível? Eu que não.
Então decidi ser pé no chão e esse post vai ser separado em COISAS QUE EU GOSTARIA DE FAZER MAS NÃO VOU x COISAS QUE TALVEZ EU FAÇA e eu não posso garantir que efetivamente vou fazer alguma dessas coisas. Basicamente um post sobre incertezas. Eu culpo o Pinterest.
Eu queria muito fazer um banco de pom pom, acho a coisa mais linda do mundo, mas depois de ver esse tutorial percebi que passariam 84 anos e eu ia ter conseguido fazer seis pompons. Sem contar que o banco já existe e é daqueles altos clássicos de cozinha (coloquei uma foto ilustrativa ali no meio), não é um bancão de pneu como o da foto, acho que ficaria estranho essa banqueta com uns pomponzões, e se não é pra ter pomponzão pra que fazer, não é mesmo? Daí encontrei esse tutorial de banco feito a partir de um blusão e achei bem mais viável.
Acho lindíssimo quadros com flores secas e queria muito fazer eu mesma um incrível tipo os dessa artista. Quem eu quero enganar que vou conseguir secar duzentos tipos de florzinhas e culminar em algo tão harmônico e ebony ivory perfeitamente disposto como esse? Sabe o que é mais minha cara? Arrancar um galho de uma árvore na rua e fechar o expediente ali mesmo. Tipo esse da foto, que também dá um efeito bem legal, convenhamos.
Que mais vocês querem ver sobre a casa nova? Eu por enquanto tenho as seguintes ideias para títulos de post:
Móveis que nunca vou ter
Eletrodomésticos que nunca vou ter
Kitchenaid me liga amiga vamos conversar

BEDA #16: um post completamente randômico que é o que esse beda está virando um compilado de coisas nada a ver

Minha mãe comprou um pelego pra colocar em cima de umas cadeiras e achei que era o fundo perfeito pra fotos. Sempre amei essas fotos estilo "flat lay" mas acho que não tenho o dom de deixar tudo bonitinho de uma maneira organizada. Essa ficou legalzinha.
Andei reassistindo Don´t Trust the Bitch in Apartment 23 e sigo sinceramente infeliz que essa série foi cancelada tão rápido. Acho que é uma das minhas favoritas.
Sem contar que toda vez que vejo a Krysten Ritter com esse cabelo maravilhoso me dá uma vontade gigantesca de cortar o cabelo igual ao dela na série apesar de saber que é uma péssima ideia - já cometi o erro de cortar franja antes e o expectativa x realidade é fortíssimo. Krysten Ritter é meu crush eterno e quando fiquei sabendo que ela ia fazer a Jessica Jones fiquei orgulhosa como se ela fosse minha amiga hahaha.

BEDA #15: chinela

Oficialmente na metade do BEDA sem nenhuma baixa até agora. Sucesso.
Eu estou com um mix de sentimentos - feliz porque o blog finalmente está sendo atualizado com frequência, mas não gostando muito do fato de ter vários posts bons soterrados no mar de posts meia-boca tapa-buraco :(
Vocês também compram duplicatas de cores diferentes quando gostam muito de alguma coisa? Ou eu sou a única pessoa doente que faz isso? Eu odiava essas chinelas tipo Rider quando elas fizeram um comeback, mas agora sou obcecada. Aliás, vocês falam chinela ou chinelo? Pra mim é tudo chinela hahaha.
Outra coisa que ando obcecada é minha mochila Kanken. Talvez a coisa que mais tenho usado nos últimos tempos. 

BEDA #14: coisas

Pins adoráveis, o da Grifinória uns amigos me deram de presente e veio diretamente de Hogwarts da Disney. A Wandinha é a melhor personagem de todos os tempos e quando vi esse pin pra vender na China não resisti.
Eu não sou uma pessoa que dá bola pra marcas, mas definitivamente os tênis da Vans são meus favoritos :) tenho mais do que deveria e esse que tem um degradê rosa é o meu favorito.

BEDA #13: eu comprei panelas

no meu sonho da casa própria eu pensava em coisas absurdas tipo o que vou pendurar nas paredes.
acontece que eu fui comprar panelas. minhas panelas pra minha casa. enquanto eu pensava nas paredes era uma coisa meio irreal, sabe? mas quando tu vai lá e compra panelas significa que tá ficando sério. parei de pensar em que cor gostaria que a sala fosse e comecei a pensar se preciso mesmo de um sofá. quando a gente contabiliza tudo que precisa tem que fazer umas concessões. eu tenho um abridor de latas mas não tenho um chuveiro. hoje me dei conta de que precisava de um varal. PRECISO DE UM RODINHO DE PIA. quão necessário é um microondas? quão necessário é se alimentar, afinal? faço listas de coisas que preciso na ordem de importância (rodinho de pia é o número 1). tenho certeza de que estou esquecendo coisas óbvias mas a verdade é que já tenho tudo que preciso.
tenho medo de estar esquecendo de algo muito importante, que do nada uma bigorna caia na minha cabeça com toda a realidade do mundo - não vai conseguir pagar o aluguel, não previu gastos óbvios, quem eu estou querendo enganar? eu sou praticamente uma criança ainda. daí eu lembro que vai dar sim, que economizei sim, que meu salário cobre sim, que eu sou uma mulher adulta. tudo aos trancos e barrancos, né, porque não seria eu.  meu salário cobre médio, economizei médio e sou só médio adulta.
mas eu comprei panelas.

BEDA #12: desculpa, pai

No espírito do dia dos pais, vim aqui contar uma história do meu pai que está aqui nos meus rascunhos faz muito tempo e eu não sabia se postava ou não porque vocês talvez me odeiem.
Sempre que olho pra trás na minha vida me dou conta de quanto ela foi maravilhosa. Ainda é, obviamente, mas às vezes é meio difícil ter tanta certeza quando a gente está vivendo ela. Quando eu era adolescente, por exemplo, eu tinha muita raiva de absolutamente nada, minha vida era um inferno e o mundo inteiro estava contra mim. Fiz coisas que não me orgulho, mas o bom é que a gente cresce e melhora, não é mesmo? Não é como se ontem eu tivesse chutado a porta do armário porque não conseguia abrir (ops.).
Recentemente me lembrei de um episódio que define minha adolescência inteira:
Eu estudava numa escola meio longe de casa e sempre ia de ônibus ou lotação (que passava na frente da minha casa) com um vizinho que estudava na mesma escola e era meu amigo. Às vezes meu pai nos levava. Um dia saí de casa bem linda, meio de julho, invernão pesado das 7h da manhã, e meu pai me disse pra subir e trocar de roupa, que não ia me levar se eu estivesse assim. Eu estava com uma camisetinha (na época se chamava baby look), uma calça jeans daquelas bem baixas e uma jaquetinha. Me deixa, gente, era ínicio dos anos 2000 e vocês sabem o que era ~goals~?
Isso era um bom look.
Meu pai, ao contrário do que vocês possam ter pensado, estava preocupado com minha saúde, em eu passar frio, pegar uma pneumonia e talvez morrer. Mas quem era ele pra se preocupar com o jeito que EUZINHA me vestia? Eu já era praticamente adulta e podia escolher o que eu queria pra vestir. Desenrolou uma briguinha, meu pai sempre foi muito calmo então ele me disse algo do tipo "simplesmente não vou te levar assim." e eu devo ter surtado porque era o que eu fazia. 
E daí eu vi a lotação dobrando a rua, umas três quadras de distância da minha casa e vi a oportunidade perfeita. Eu gritei pra ele "ENTÃO NÃO ME LEVA", chamei a lotação, entrei e, num momento teatral, num timing perfeito que nunca na vida vai se repetir, enquanto a porta da lotação fechava, olhei pra trás e 
Mandei um dedão do meio olhando no olho do meu pai
E eu fui toda independentezinha de lotação pra aula, paga, obviamente, com o dinheiro do meu pai.
HAHAHAHAHA, GENTE, talvez a história mais vergonhosa da minha vida. 
Eu também gosto muito da parte em que o meu amigo/vizinho assistiu tudo isso, ficou ali plantado na calçada meio sem saber o que fazer, se me seguia ou não na lotação, mas foi tudo tão rápido que não deu tempo de ele pensar e meu pai deu carona pra ele mesmo assim. Já pensou passar quarenta minutos poker facing na carona mais desagradável do mundo? 
O bom de ser filha é que a gente tem que ser amada incondicionalmente.
Meu pai lê esse blog e eu aposto com vocês que ele vai comentar aqui algo do tipo "hehehehehehehehehehe".
Não me odeiem. Meu pai me ama :)
TE AMO PAI, FELIZ DIA DOS PAIS

Mensagem do futuro: Eu tinha programado esse post pra ontem e por algum motivo desconhecido não foi publicado então roubei e publiquei retroativo :~

BEDA #11: TAG - 'Ler é um Presente!'

Vi essa tag lá no Extraordinariando e achei super legal :)

“É só uma lembrancinha…” - Um livro curto ou com menos de 100 páginas que tenha te encantado.
Ultimamente só ando lendo uns calhamaços e não consegui pensar em nenhum :(
Talvez Bonequinha de Luxo de Truman Capote tenha menos de 100 páginas e acho um ótimo livro.

“Não precisava!” - Um livro que você amou ganhar de presente ou qual tipo de livro você mais gosta de ganhar.
Leio tudo no kindle então gosto de ganhar livros que são bonitos, sabe? os famigerados "livros decorativos" ou "livros de mesa de centro". Me acostumei muito a ler ebook e faz uns bons anos que não leio um livro físico.

A embalagem perfeita - Uma capa sensacional.
Com certeza minhas capas favoritas de livros que possuo são o mulherzinhas e a princesinha - dois livros que li na infância e me marcaram muito.
Essa foto foi reciclada de outro post, então ignorem o caderno da sonserina, hihihi.

Presente dos deuses - Um livro que mudou sua vida.
E O Vento Levou talvez tenha sido o livro que mais me marcou. Não posso dizer que mudou minha vida, mas foi bem especial.  Inclusive fiz um resumo enorme dele aqui sem nenhuma razão exceto minha vontade de não esquecer nenhum detalhe dele.

Surpresa! - Um livro que você começou a ler sem muitas expectativas e te conquistou.
Só garotos, da Patti Smith. Tinha preuiça do hype em torno desse livro, mas no fim valeu bem a pena.

“É a sua cara!" - Uma narrativa ou personagem com os quais você se identifique.

Presente de grego - Um livro que não era nada do que você pensava e te decepcionou.
Pequena Abelha, de Chris Cleave. Não é que não gostei, mas achava que seria uma leitura leve e é uma leitura super pesada. A CAPA ENgANA.

“Mais afortunado é dar do que receber…” - Um livro especial que você deu de presente ou daria.
Eu não gosto muito de dar livros porque nunca acerto e ninguém nunca me deu um retorno de algum livro que dei :(

“Pode trocar, se precisar!” - Um livro que você começou a ler, mas teve de parar: não deu para continuar!
Estou faz uns 6 meses lendo Cisnes Selvagens - três filhas da China e não consigo terminar. Não é ruim, só é eterno :(

Ainda na wishlist… - Aproveite o momento para dar aquela dica do que quer ganhar!
Ansiosíssima para o novo livro da J. K. Rowling que será lançado em outubro - Lethal White. Eu ainda nem acredito que mina escritora favorita decidiu escrever meu gênero favorito de livros.

BEDA #10: vasos

Tô tão sem inspiração pra postar hoje que vou só deixar essa foto aqui de plantas em vasos fofos na minha janela :)

BEDA #9: eu não acredito em previsão do tempo

Na lista de pequenas coisas aleatórias que me irritam está o fato de eu ainda não ter masterizado o  controle da minha televisão, o que significa que quando o netflix me pergunta se tem alguém assistindo ainda eu tenho que ligar a luz pra achar o botão que podia se chamar O QUE ESTOU FAZENDO DA MINHA VIDA? mas na verdade é só um OK.
Quando fui para a Espanha em fevereiro nos últimos dez minutos do voo para Madri o piloto avisou que o tempo estava frio mas ensolarado e que essa era a previsão pros próximos dias. Desci do voo e, nos talvez 20 minutos que levei para sair do terminal e chegar na rua, começou a nevar. Não uma nevezinha linda que a gente vê as pessoas olhando pela janela em filmes, uma nevasca real e forte que fez o motorista do ônibus que peguei até o centro parar na beira da estrada com medo de seguir. 
Se tem uma pessoa que deve ter acesso VIP à previsão meteorológica é um piloto de avião - se esse cara não tinha a informação de que poderia nevar, NINGUÉM TINHA. E se os caras não conseguem prever que daqui trinta minutos vai cair uma nevasca, EU QUE NÃO VOU ACREDITAR NO QUE ELES ME DIZEM. Eu não acredito em previsão de tempo.
Claramente o piloto
As filhas pré-adolescentes de uma amiga da minha mãe tinham um instagram especialmente voltado para o Harry Potter e eu achava adorável. Seguia e interagia como se eu tivesse 11 anos pra dar ibope pras meninas Na bio estava escrito que elas "não aceitam" trouxas <3 Recentemente elas mudaram e agora o instagram é sobre Percy Jackson e me senti traída.
Eu sei que eu já bati nessa tecla mas VOCÊS CONHECEM O BLOG DA MINHA MÃE? É o melhor blog de receitas vivo, juro. 

BEDA #8: ansiedade constante por novidade

Me parece que essa quantidade absurda de informação que anda pela internet nos fez perder um pouco o costume de revisitar as coisas. Eu pelo menos sinto muito isso - por que eu vou rever um filme que já assisti se tem milhões de outros filmes acessíveis a dois botões de distância? Esses dias estava lendo sobre FOMO, uma expressão em inglês que significa Fear Of Missing Out ou medo de perder oportunidades - aquela sensação de que está todo mundo vivendo uma vida melhor que a nossa e que estamos perdendo alguma coisa por também não estar levando aquela vida - e pensei bastante sobre isso. Não acho particularmente que sinta isso diretamente ou que afete muito a minha vida, mas às vezes sinto que tem tanta coisa pra fazer e eu não fiz nem metade ainda.
Às vezes me pego preocupada porque ainda não consegui ir na cafeteria nova que abriu, como se eu tivesse alguma obrigação legal de conhecer todas as cafeterias da cidade.  
É bobo mas eu vejo muito isso quando estou com vontade de cozinhar. Eu trabalho numa cozinha e no meu tempo livre quero passar longe dela, então se estou com vontade de cozinhar é porque quero fazer algo especial. Daí tenho alguma ideia, abro o pinterest, procuro receitas, vejo fotos, decido o que quero fazer, vejo mil receitas da mesma coisa pra calcular a média das variações da receita e no fim acabo perdendo mais tempo mirabolando a receita que provavelmente nem vai ficar tão boa do que efetivamente cozinhando. Volta e meia me pego pensando na torta que fiz aquela outra vez, no macarrão que deu tão certo no dia tal... Mas eu já fiz isso, tenho que fazer alguma coisa nova. Sempre tem que testar algo novo, uma ansiedade constante por novidade, sabe? Por que?
Minha tia leva o mesmo pudim nas festas de família desde que eu me conheço por gente. Sabe por que? Porque o pudim é maravilhoso. Eu já devo ter comido aquele pudim umas 500 vezes na minha vida e ele é sempre maravilhoso.
Decidi então pegar todas essas receitas que eu não me importo de fazer mil vezes e escrever num caderno. Talvez ali elas não sejam soterradas por um álbum do pinterest com fotos lindas de receitas meia-boca. 

BEDA #7: eu amo São Paulo

Pra nós meros mortais que moramos nos subúrbios do Brasil, São Paulo sempre foi uma entidade superior, sabe? É tipo o líder do grupinho na escola, você acha que está arrasando e vem aquela pessoa muito mais cool que você e você percebe que é um zé ninguém. Pelo menos é isso que todo mundo dava a entender. Nossa, agora tá tendo uma festa muito legal em Porto Alegre. Essa festa existe em São Paulo desde 1942. Vocês viram que abriu uma cafeteria de cafés artesanais? Em 1998 abriu a primeira cafeteria artesanal em São Paulo. Talvez por isso eu não amava São Paulo, sabe? Eu sempre odiei o líder do grupinho e ele sempre era um bully idiota. Já tinha ido algumas vezes, achava legal até, mas sempre que via o pessoal falando da cidade pensava comigo que nem era tudo isso.
Daí minha mãe e minha irmã me deram de presente de aniversário um final de semana em São Paulo e agora eu também amo São Paulo.
Talvez meu lugar preferido seja a Liberdade. Amo entrar em todas as lojinhas e encontrar um monte de coisas diferentonas :)
Não vende Pocky em Porto Alegre :~
Eu basicamente só fui pra São Paulo pra comer. As únicas coisas na minha listinha de "quero fazer" era ir a restaurantes específicos e eu passei dois dias comendo muito mesmo. E talvez seja por isso que passei a amar São Paulo - tem muuuito lugar bom pra comer meu deus é tanto lugar que a gente fica meio desnorteado sem saber aonde ir almoçar porque todas as opções são boas. 
Fui no restaurante da Paola Carosella e foi sucesso completo. Eu já amava Paola por causa do Masterchef e agora amo mais. Na lista de lugares que queria ir era esse Futuro Refeitório, que era o novo caça-instagram de São Paulo. 
Na Liberdade também estava rolando uma feira de comida de rua e, mesmo recém tendo almoçado, comemos mais. Eu e minha mãe somos obcecadas por Dorayaki desde que vimos o filme Sabor da Vida. Inclusive já fizemos em casa e tem receita lá no blog dela <3 Dorayaki é um doce japonês que é tipo uma panqueca com um doce de feijão dentro. Soa horrível mas é mara.

BEDA #6: meu quarto

Eu adoro ver a casa dos outros então estou aqui mostrando a minha :) 
Meu quarto mudou um pouquinho desde a última vez que postei sobre ele. Troquei a lâmpada japonesa por uma luminária de vidro, coloquei uma cabeceira e por causa disso tive que rearranjar uns quadros e acho que é só. 
QUEM AMA UM ANTES E DEPOIS? No geral gosto muito mais de como está agora, mas acho que os quadros ficaram meio nada a ver e um dia pretendo ajeitar eles.
Mina parte favorita da mudança foi definitivamente a luminária nova. Detestava aquela de papel e adoro essa toda linda e moderna.
Do outro lado do quarto também teve mudanças. A parede foi pintada mas em fotos parece uma mudança muito sutil - ao vivo fez toda a diferença. O tão detestado armário partiu dessa para uma melhor e foi substituído por uma poltrona que roubei da sala de casa, sou dessas. Aqui em casa sobram poltronas, então não está fazendo falta.
Eu provavelmente jamais estarei 100% satisfeita com meu quarto, mas no momento me sinto uns 90% satisfeita, o que considero um bom número, hihihi.

BEDA #5: tag - me conhecendo melhor

Catei uma tag num momento de desespero adeus.

1. Você se considera uma pessoa do dia ou da noite?
Sempre achei que era da noite mas ultimamente tenho preferido os dias. Me sinto velha.

2. Você coleciona alguma coisa?
Corujas, unicórnios e gnomos hihi

3. Qual era o seu programa preferido quando criança?
Chiquititas, provavelmente.

4. Sobre o que você pensa antes de dormir?
"Só mais um episódio...." 

5. Qual a sua cor favorita?
Cinza

6. Você é viciada em algum vídeo, game ou jogo de computador?
Preocupantemente obcecada por The Sims.

7. Você tem algum hábito ruim?
Milhões, nem saberia por onde começar, hihi.

8. Você tem irmão ou irmã?
Uma irmã.

9. Você tem alguma tattoo ou piercing?
Não.

10. Qual a sua flor favorita?
Estrelícias.

11. Quando pequena, o que você queria ser quando crescesse?
Professora, veterinária, rockstar (ainda quero).

12. O que você guarda embaixo da cama?
Meus erros AQUELAS. Guardo nada, só umas meias perdidas - não cabe nada embaixo da minha cama.

13. Você se considera organizada ou bagunceira?
Organizada pra algumas coisas e bagunceira pra outras.

14. Se você pudesse viver em qualquer lugar do mundo onde seria?
Nova York.

15. Qual o seu filme favorito?
Sempre foi O Poderoso Chefão, mas acho que tenho que repensar isso hahaha.

16. Qual o ator ou atriz que dizem que você se parece?
Angelina Jolie, sqn. Ninguém, na verdade. A única referência a famoso que já ouvi bastante é que tenho a voz da Ana Carolina e eu não consigo nem negar porque tenho mesmo. QUEM DE NÓS DOOOIS?

17. Diga uma coisa que as pessoas não sabem sobre você.
Eu gosto de assistir vídeos de espinhas sendo espremidas DR. PIMPLE POPPER UM BEIJO.

18. Qual a última mensagem do seu celular?
"Rainha." - um amigo me mandou quando disse que hoje não fiz absolutamente nada.

Essa tag tirei daqui.

BEDA #4: tag - viciada em filmes

A Lu Vilha postou essa tag e eu fui lá e roubei.

Qual foi o último filme que você viu?

O Estranho que Nós Amamos. Achei ótimo, como eu sempre acho os filmes da Sofia Coppola, essa linda. Exceto quando ela atua:
POR QUE?
Talvez a pior morte do cinema.

Um filme que quer muito ver?
O novo do Jurassic Park, me julguem. Amo um Blockbuster e, mais do que isso, amo o Chris Pratt. Ele é a única possibilidade real de um dia eu casar - se não for com ele, não vai acontecer. Me liga, Chris!

Um filme para chorar?
Nossa, muitos. Mas acho que de todos na vida, o que mais chorei foi Alabama Monroe. Chorei um pouco agora só lembrando. Em 2014 quando eu era uma blogueira de respeito e dava indicações de filmes, vejam só, eu fiz um post sobre esse filme.

Um filme para rir?
Não sei se enquadra nisso, mas foi um filme que eu achei bem engraçadinho foi Questão de Tempo. Tem a fórmula clássica Hollywoodiana, viagem no tempo, Rachel McAdams estando num mundo onde se viaja no tempo mas não viajando no tempo, MAS foi um filme que me fez sair do cinema leve, pensando como a vida pode ser boa e sorrindinho, sabe? Também já fiz um post sobre esse filme. Definitivamente eu já fui uma blogueira de respeito.

Um filme para ver com a família?
Aqui em casa é difícil reunir todo mundo pra ver filme porque a gente nunca consegue decidir o que ver e acaba vendo alguma coisa idiota tipo Trato Feito.

Um romance?
Como Água para Chocolate. Eu curto um romance trágico e acho que talvez esse filme seja a epítome disso. Em um BEDA distante falei sobre esse filme.  Estou inclusive com o livro em mãos porque não sabia que o filme era baseado em um livro e fiquei obcecada por ler.

Um filme lindo?
Intocáveis. Lindo e emocionante, choro toda vez.

Um filme para morrer de medo?
Com 28 anos na cara eu já aprendi que  não posso assistir essas coisas. Assisti O Chamado quando tinha uns 14 anos e até hoje tenho medo de ir no banheiro de madrugada e aquela desgraçada da Samara sair de dentro do vaso pra me pegar.

Um filme de ação?
Duro de Matar 1, 2 e 3 - o resto é merda.

Um filme que não vale a pena?
Aquelas bobagens tipo Todo Mundo em Pânico por mim nem existiam, morro de preguiça.

Um filme para o feriado?
Quero muuuito ver Os Incríveis 2.

Um desenho animado?
Curto muito um clássico da Disney, então vou dizer Rei Leão.

Um filme que todo mundo tem que ver?
O Poderoso Chefão.

Um filme que você já assistiu 3 vezes ou mais?
Devo ter assistido As Patricinhas de Beverlly Hills umas 500 vezes na vida, eu juro. Quando era adolescente, fazia festa de pijama com minhas migas e a nossa idéia de diversão era fazer brigadeiro de panela e assistir esse filme. Variávamos entre esse e filmes com o Freddie Prinze Jr, nosso muso da adolescência. 
MEU DEUS FUI PESQUISAR AGORA E VIM A SABER QUE FREDDIE PRINZE JR É CASADO COM A BUFFY SINTO QUE UM CICLO SE FECHOU E EU POSSO FINALMENTE SEGUIR COM A MINHA VIDA
Por hoje é só 💜

BEDA #3: meia subversiva

Encomendei essa meia em outra "estampa" e veio errada essa subversiva. Talvez tenha amado mais hihihi. Sei que slut é considerado um termo pejorativo mas não deveria ser :) Adoro esses expectativas x realidade de compras da China. A camiseta também veio de lá e só não dou nota 10 porque queria que o tom de amarelo fosse mais mostarda. Tudo demorou menos de 2 meses pra chegar o que eu considero uma vitória.
Minha mãe me deu esse livro da Raiza Costa, minha youtuber favorita <3 Acho que ela é a única  dessas youtubers de gastronomia que não "perdeu a essência" e se vendeu pras grandes marcas que atacaram esse povo quando o youtube começou a crescer. Deve ser fácil manter a essência com contratinho da GNT né, mas enfim hihihi. O livro é cheio de receitas legais, sem contar que é lindo, como tudo que a Raiza faz.