por uma vida com mais aceitação

Primeiramente, hoje é dia da mulher e o que eu tenho a dizer é: Estamos juntas :)

Das coisas que eu fico me perguntando de vez em quando:
- Quando foi que eu virei essa pessoa que nunca atende o telefone e demora duzentas horas pra responder ou esquece de responder mensagens? Eu sempre odiei quando faziam isso comigo e agora faço isso com os outros. Esses dias eu inclusive ~criei coragem~ e desativei as marcações de LIDO no whatsapp. Foi uma aceitação: ok, tu virou essa pessoa, agora vamos fazer o que pudermos para evitar maiores constrangimentos. Até agora o único problema é não saber se o contatinho não quer sair comigo mesmo ou se ele só tá ocupado e ainda não viu. Ser desligada é uma via de mão dupla. Hahahaha.
- Quando foi que eu virei essa pessoa que se atrasa pra tudo? Eu era sempre aquela que chegava antes e acabava ficando horas esperando os atrasados, com aquela sensação de orgulho que só quem sempre chega na hora tem. Agora sou eu que deixo todo mundo esperando. Tenho uma teoria que foi porque já fizeram tanto isso comigo que agora meu subconsciente que calcula o tempo que eu levo pra fazer as coisas está se vingando.
São duas coisas que eu já aceitei em mim, eu tenho muita facilidade em aceitar meus defeitos (e em não ver minhas qualidades, vejam só vocês), mas de qualquer forma fico pensando quando as coisas desandaram. Tentando melhorar na medida do possível.

Daí sobre tentar melhorar. Durante um bom tempo eu fui aquela pessoa que dizia 'eu sou assim mesmo e daí?'. Não, gente. E daí não. Então fui aprendendo, aos poucos, que mudar e evoluir é uma necessidade, que a gente não pode passar a vida pensando que a gente é aquilo ali e deu. Tem muito mais na gente, muitas coisas que a gente pode ser, fazer e aprender. Vamos trabalhar isso aí?
Tá aqui um exercício importante para tu fazer agorinha mesmo se tiver tempo: listar coisas que tu é bom. Eu me surpreendi o quanto isso foi difícil pra mim. Mas quando tu acha uma pequena coisa vão surgindo outras a partir dessa e a lista vai aumentando. Acabei descobrindo qualidades que nunca tinha percebido ter. Os defeitos a gente vê todos os dias e se martiriza por eles. Eu, pelo menos, sim. Mas é muito mais fácil pra mim pensar que 'parabéns, clarissa, tu sabe seguir uma receita (Y)' do que 'Poxa, que legal, tu aprendeu a fazer bolos sozinha e eles são ótimos'. A segunda frase é muito mais positiva e é essa frase que a gente sempre tem que tentar buscar. Trocar a auto-depreciação pela auto-admiração. É todo um trabalho mental, mas um trabalho importante.
A partir desse exercício, dá pra catar aquele amigo que tu ama muito e fazer com ele. Cada um diz uma coisa. Dá pra fazer por tópicos, tipo "o que tu tu é bom em relação a teu corpo?" Eu, por exemplo, sou muito boa em aceitar o meu corpo como ele é. Foi dificílimo chegar aqui e foi um exercício mental bem grande. E eu posso começar uma trilha de pão pra minha amiga. Posso começar a trilha pra vocês também, ALGUÉM AÍ INTERESSADO EM OUVIR SOBRE A MINHA JORNADA DE ACEITAÇÃO? HAHAHAHA. Também sou boa em economizar no supermercado. Eu posso tentar ajudar ela, que às vezes compra por impulso, porque tenho ~dicas práticas~. Já ela é ótima em consolar pessoas, eu sou péssima. Eu fico só fazendo piada igual uma idiota e nem sempre a pessoa que tá triste quer rir. Ela pode me ajudar nisso porque ela é o melhor colo do mundo. É muito legal porque tu passa a admirar aquela qualidade da pessoa. E isso também é importante, admirar o outro. Porque admirando o outro a gente percebe que pode melhorar.
E tudo que eu quiser a mente aqui de cima vai me dar.
No caso estamos planejando matar uma pessoa e consolar o familiar mais próximo dela juntas pra eu aprender. E ir no supermercado juntas. A possibilidade da primeira coisa acontecer é maior.

No mais, esses tempos aprendi uma coisa sobre como viver que quero compartilhar com vocês, vai que ajuda Essa é pra você que, assim como eu, tem o dom de se irritar com pequenas coisas. Outro defeito meu que já aceitei e estou tentando melhorar. Aprendi isso, que chamo de regra dos 5 minutos. Quando alguma coisa dá errado, você tem exatos 5 minutos pra pensar sobre ela. Contadinhos no relógio. Se permita 5 minutos daquela sentimento ruim, pode ser raiva, tristeza, qualquer coisa. A regra é que você só pode pensar nisso nesses 5 minutos. Não tenta clarear a mente, não tenta pensar em outra coisa, não pensa no que a Britney Spears deve estar fazendo naquele exato momento. É pra remoer mesmo, focar naquela merda ali que aconteceu. Depois de 5 minutos sentindo muito aquela coisa, ela vai ficar menor. Claro que tem a maioria das coisas na vida demoram muito mais de 5 minutos pra passar, mas percebi que funciona muito bem pra coisas pequenas do dia-a-dia. Se irritar por causa da fila no banco, por exemplo. Não tem nada mais inútil do que isso. A fila não vai andar porque tu está ali reclamando e bufando. Assim como carros não vão virar helicópteros se você porque tu está estressado atrás do volante. Te permite 5 minutos dessa raiva, ela é aceitável e compreensível e, se tu já tá irritado provavelmente não vai ~desirritar~ assim tão fácil. Então ok, já está ali, vamos lidar com isso, pensar sobre isso, odiar isso, mas só por 5 minutos. Tu perdeu as chaves, o ônibus demorou, o motorista do táxi deu uma volta a mais, esqueceu uma coisa em casa. Depois que isso aconteceu, tá fora do nosso controle e ficar se martirizando por isso só vai transformar um dia que poderia ser ótimo, porque todos os dias tem potencial para serem ótimos, num dia ruim. 5 minutos é uma fração minúscula do seu dia e não vai influenciar em nada.
Ó um exemplo: fiquei um bom tempo numa regra de 3 cretina tentando calcular quanto exatamente é 5 minutos dentro de 24 horas pra postar aqui e JESUS CRISTO EU SOU MUITO BURRA PLMDDS. Fiquei 5 minutos revoltada com minha burrice e depois passou :)

*ESSE POST É UMA LIÇÃO DE VIDA OFERECIDA GRATUITAMENTE PELO BLOG A LIFE LESS ORDINARY. PEGUE UMA SENHA NO GUICHÊ 18 PARA RECEBER MAIS LIÇÕES DE VIDA. AS LIÇÕES DE VIDA DISPONÍVEIS NO MOMENTO SÃO: COMO LEVAR UM FORA E SAIR ILESA, COMO DESISTIR FACILMENTE DE TUDO QUE VOCÊ COMEÇA E AQUILO QUE VOCÊ PROCURA ESTÁ PROVAVELMENTE NA SUA MÃO*
Capaz que não ia terminar post ~sério~ com piada, né, minha gente?
Vão lá fazer a listinha, é legal, juro <3

Comentários

  1. Eu simplesmente adorei essa dos 5 minutos. Temos mania de quando acontece uma coisa bem tensa ficar remoendo aquilo até o fim dos nossos dias e a bolinha de decepção e sentimentos ruins só vai crescendo e nos engolindo até não sobrar mais nada no chão. Ufa! Então, voltando aqui, eu tenho muitos defeitos e vivo nessa jornada aí de auto aceitação. Não é tão fácil no começo, mas a partir do momento que aceitamos isso fica tudo menos pior Hahahaha Um beijo :*

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Eu acho muito importante olhar pra si e reconhecer os próprios defeitos. Todos temos e isso é ok. A partir disso, sabendo onde eles estão, como eles funcionam e o que causa/causou eles, dá pra tentar melhorar :) o primeiro passo é sempre a aceitação, né? hahaha

      Excluir
  2. Peguei a senha e sempre aceito o tema um para uma próxima lição de vida.
    A regra dos 5 minutos tem o lado maravilhoso de vc poder viver, por um tenpo ínfimo, a emoção. É bizarro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! é justamente isso. tu vive aquela emoção com tudo, exagera mesmo. Talvez tu nem ficaria TÃO IRRITADO, mas ficaria irritadinho por mais tempo. Muito melhor ficar muito irritado por 5 minutos do que irritadinho o dia todo hahaha

      Excluir
  3. Pode pegar mais senhas pra distribuir pros amigos? Eu, graças a Deus - ou ao gene maravilhoso da paciência que herdei do meu pai - nunca fui de me irritar muito com problemas pequenos do dia-a-dia. Geralmente é um virar de olhos e um ok, bola pra frente. Só tenho problema que às vezes foco muito no "e se" das coisas e me cobro sobre coisas que não tenho como controlar (principalmente coisas do futuro). Mas, dos pontos positivos, consegui mudar meu ado egoísta de uns anos pra cá e tenho pensado muitos nos outros e em como eles serão afetados diante de algumas das minhas decisões. Parece pouco, mas é uma mudança. E elas são bem difíceis de acontecer nessa mente aqui de cima, que é bem complicada por sinal.

    Ótimo post! Pode ter mais lição de vida qualquer dia desses?

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também preciso trabalhar meu lado egoísta e estamos aí na atividade tentando modificar isso.
      eu tenho um lado ruim tb, meio mázinha, que aprendi a guardar pra mim mesma mas volta e meia PENSO coisas horríveis que ME CHOCAM e eu fico feliz de ter me chocado e que eu aprendi a pelo menos SÓ PENSAR elas e acho que estou próxima de parar de pensar elas hahaha

      Excluir
  4. Eu tenho pensando tanto, nos últimos tempos, no meu jeito de me analisar, me definir e me julgar/cobrar. Acho que tenho sido muito carrasca de mim. Eu sou de olhar os defeitos, as dificuldades, num grau que torna difícil olhar pro que é bom. Eu tenho que reconhecer meus defeitos, sim. Tentar trabalhá-los, quando eles me fazem mal (e enchem o saco dos outros). Mas também algumas coisas dá pra aceitar que sou assim e pronto. Não são nocivas. Eu sou queria ser ~diferente naquele aspecto, mas ok. Eu não tenho como ser o ser perfeito que eu gostaria. Então há defeitos e defeitos. E há qualidades também. E me lembrar dela tem sido quase um exercício forçado. A minha régua é muito alta.
    Aprendendo... Ainda tenho esperanças de melhorar algumas coisas & viver mais em paz comigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentar pelo celular é essa droga que deixa o texto cheio de falhas...
      "Eu só queria ser diferente"
      "E me lembrar delas".
      =T

      Excluir
    2. eu não sou nada carrasca pra mim O QUE também é um defeito não é mesmo? Tem coisas que não são nocivas, mas penso que a maioria acaba nos afetando de alguma maneira. Tem coisas que as outras pessoas acham que são defeitos teus e tu não acha que é um defeito... Coisas e coisas :) mas acho que tentar se ajudar, melhorar, enfrentar os problemas é um passo pra viver mais em paz

      Excluir
  5. eita, que parei pra pensar aqui rapidinho, e tb sou péssima em listar coisas em que sou boa (já comecei errado), mas juro que vou tentar. amei o post mo(r)tivacional ♥♥♥

    ResponderExcluir
  6. Tem dia que eu sento aqui, entro no feedly e leio de três a quatro posts atrasados do seu blog e sempre me faço a mesma pergunta! Porque é que eu deixei atrasar? Porque eu não entro diariamente pra ver se você postou alguma coisa? É muito delicioso estar aqui!
    AMEI as dicas e já vou colocar em prática. A da listinha e a dos 5 minutos! Tenho MUUUUITA dificuldade de enxergar qualidades em mim, e também não consigo aceitar muito bem meus defeitos. Depois te conto como foi com a listinha! s2

    ResponderExcluir

Postar um comentário

infelizmente o blogger não tem uma plataforma muito boa de comentários, então se alguém tiver algum interesse em ver minha resposta tem que voltar aqui no post. Procuro responder todos!
Obrigada pelo feedback!!