livros pt. 1

No início desse ano fiz uma lista dos livros que tinha lido em 2013, que totalizou em: dez. Sim, vergonhoso. Esse ano foi mais legal em termo de leituras e o ano nem terminou e já li mais que o dobro do que o ano passado :)
Para não acumular muito, decidi dividir em 2 (talvez 3) partes :}
Eu não sei vocês, mas eu gosto mais de ler resenhas em outro blogs dos livros que já li. Primeiro porque tenho um pé atrás com spoiler e percebo que considero spoiler coisas que a maioria não considera. Segundo porque eu adoro saber o que os outros acharam de livros que já li. Gosto mais ainda quando a pessoa não gostou muito e eu amei, ou a pessoa amou e eu odiei. Porque aí começo a criar uma nova perspectiva daquele livro e inclusive já passei a odiar/amar livros que tinha amado/odiado. Sim, sou uma pessoa volúvel, beijos.
 1. Eu sou Malala, de Malala Yousafzai: namorado me deu de Natal e achei a história da Malala muito inspiradora e emocionante. História real de uma menina que, desde pequena, lutou pelo direito à educação em um lugar onde mulheres não tem direito à nada. Um choque de realidade. Essa entrevista dela no The Daily Show me emociona um monte.
2. A Morte no Nilo, de Agatha Christie: eu comecei o ano com a idéia de reler todos os livros que tenho da Agatha pra poder trocá-los no sebo por outros livros diferentes. Em A Morte no Nilo, um crime acontece em um barco e Hercule Poirot mostra mais uma vez porque é o melhor detetive do mundo (YEAH, TAKE THAT SHERLOCK).
3. Os Três Ratos Cegos e Outras Histórias, de Agatha Christie: 9 continhos deliciosos da rainha do crime. Se alguém nunca leu Agatha e está querendo começar, recomendo muito esse livro. Acho sempre bom conhecer um autor, se possível, por meio de pequenos contos, já que dá pra ter uma boa idéia do estilo de escrita e, se você não gostar, não se vê obrigado a ler uma história enorme até o fim.
4. Johnny Cash - Uma Biografia, de Reinhard Kleist: encontrei na biblioteca do namorado, que é doido por quadrinhos, e achei demais. É uma biografia ilustrada de um dos meus artistas preferidos. Johnny Cash, seu lindo. Tem outra coisa que gostei nessa biografia e que é um dos motivos pelo qual eu reluto com biografias em geral: a história não esconde que a fase em que Johnny estava completamente lunático foi a fase mais criativa dele. Tenho a impressão que a maioria das biografias tenta fugir desse tipo de fato por motivos politicamente corretos. Veja bem, não acredito que você precise usar anfetamina para escrever músicas boas ou que o vício não vai arruinar sua vida, mas se você se propõe a escrever sobre a vida de uma pessoa, não pode distorcer fatos.
5. Um Acidente e Outras Histórias, de Agatha Christie: Mais 9 continhos da minha escritora preferida. Outro livro legal para adquirir se você quer começar a ler Agatha ou romance policial no geral.
6. O Gato do Brasil e Outras Histórias de Terror e Suspense, de Sir Arthur Conan Doyle: quatro contos bem curtinhos. Me surpreendeu porque não tinha absolutamente nada de Sherlock Holmes ou contos policiais no geral. São contos de terror e achei gostosinhos de ler. Não posso dizer que amei, mas é tão curtinho que nem dá tempo de odiar. Fiquei interessada nesse tipo de literatura (terror e suspense), alguém tem algum autor para recomendar? 
7. Contos de Hemingway, de Ernest Hemingway (dã): deu pra ver que eu andava numa fase "contos" né? Eu adoro ler histórias curtas :) Assim, Hemingway é um baita escritor, achei tudo muito bem contado, montado, construído. Mas não me conquistou. Sorry not sorry. Ainda quero ler outras coisas dele (já li Paris é uma Festa e amei).
8. A Insustentável Leveza do Ser, de Milan Kundera: geralmente fico meio preguiçosa com livro com muito auê em cima, mas gente, esse livro me fez perder completamente esse pé atrás. Leitura maravilhosa, com um mega viés filosófico misturado com romance. Daqueles que te faz pensar, repensar e pensar de novo. Pretendo reler. 
9. A Terceira Moça, de Agatha Christie: apesar de o Hercule Poirot ser a estrela dessa história, achei que a leitura "fugiu um pouco" do ritmo da Agatha. Tipo, não é ruim nem nada, só bem diferente das outras histórias que li dela.
10. A Maldição do Espelho, de Agatha Christie: só uma coisa a dizer sobre esse livro: Miss Marple <3 E aqui eu acabei desistindo de reler todos os livros da Agatha, porque vai ter paciência né.
11. A French Girl in New York, de Anna Adams: aqui inaugurei duas novas eras ~ a era do Kindle ~ e ~ a era da leitura em inglês para treinar ~. Sobre o livro... Menina pianista, auto-didata, chatinha e com uma família do mal, mora no interior é descoberta por um grande produtor musical e se muda para Nova York para seguir a carreira musical. Clichê dos clichês, Cinderela Story. Não criei empatia pelos personagens e pela história. A única coisa que me fez ler até o fim foi querer saber se a protagonista se fodia no fim. Porque sim, eu estava torcendo pra isso. Não leiam.
12. O Projeto Rosie, de Graeme Simsion: O centro da história é o relacionamento de Rosie e Don, que tem um tipo de autismo. Li em algumas resenhas muita gente dizendo que ele não tem um tipo de autismo, que ele só é estranho, mas gente, pra mim ficou claro desde a primeira página. Enfim, gostei mesmo foi das tentativas do autor de explicar como funciona a cabeça do protagonista. Ele lembra muito o Sheldon, de The Big Bang Theory. Daqueles livros fofinhos que são gostosinhos de ler :)
13. The Casual Vacancy, de J. K. Rowling: Essa linda não me decepcionará jamais. Fiquei com medo de ser uma porcaria, porque né, saga Harry Potter obra máxima da literatura, academia universal de letras, não tem como superar. Hihihi, brinks. A verdade é que não tem nem como comparar, porque Morte Súbita tem um tom completamente diferente de Harry Potter. Conta a história de diversos moradores de uma cidadezinha do interior da Inglaterra após a morte súbita (dã) de um deles. Amei o tempo como a história é contada, achei que ela degringolou um pouco no meio mas ownou o final. Li em inglês e foi tranquilo :)
14. Quem é você, Alasca?, de John Green: Tinha lido A Culpa é das Estrelas no ano passado e achei legal. Falei sobre nesse post aqui. Achei que seria massa ler mais coisas do autor. Acontece que o que eu já achei que fosse preconceito literário meu, percebi que é uma coisa de gosto. Simplesmente não gosto de ler livros voltados para o público jovem. Não faz meu estilo, a linguagem me desagrada. Dito isto, achei a história de Quem é você, Alasca? muito legal, os personagens me convenceram e me interessaram, li feliz até o fim e ainda segui com mais um livro do John Green, just because. Sim, mesmo não gostando da linguagem. Gosto de sofrer, sou hipócrita, bjs.
15. O Teorema Katherine, de John Green: não gostei tanto da história mas agradeci por um livro do autor sem choradeira no fim <3 aliviante. Aí acabei decidindo não ler mais o autor pelo menos por esse ano por motivos de: milhões de pessoas escrevendo no mundo e eu aqui perdendo meu tempo com um que eu nem acho tão legal (mas é legal, gente, tentem me entender hahaha).
16. Eu Receberia as Piores Notícias de Seus Lindos Lábios, de Marçal Aquino: Sim, sim, sim. Ainda não tenho certeza, mas talvez seja o melhor que eu tenha lido esse ano. Romeu e Julieta no interior do Pará, uma delícia. Descobri agora que tem um filme de 2012 e que pegaram a Camila Pitanga para ser a Lavínia. WHY GOD? Ela é o oposto de como eu imagina a Lavínia, estou acabada.

Me contem se vocês já leram algum desses, concordam/discordam ou ficaram com vontade de ler?
Ah, e estou sempre aberta a novas indicações. Próximo post já está escrito, sai em breve :)

Comentários

  1. Sempre que eu vejo tuas postagens falando da Agatha fico com vontade de ler algum livri dela, recentemente eu troquei um livro no skoob e como não tinha nada em mente peguei um livro dela, espero conseguir ler agora nas férias da facul heheh e sobre indicar um autor de terror / suspense leia Stephen King, todos os livros dele são sensacionais, meu autor favorito da vida! Se puder leia it, cemitério de animais, tripulação de esqueletos (é somente contos) e sombras da noite (são contos também) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou lendo <3 obrigada pela indicação!!!

      Excluir
  2. Oi, Clarissa! Conheci o seu blog através do "Two Bee" e amei poder conhecer mais sobre você através das suas postagens! :)
    Gostei muito das tuas opiniões, e também da sua sinceridade hahaha.
    Quero muito ler o livro da Malala e pretendo comprá-lo em breve.
    Hoje comprei o livro "Clarissa", do Érico Veríssimo, por indicação sua! Espero gostar dele, haha.
    Beijos.

    http://livrosemeninas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gabriela, volta sempre! <3
      Que legal que comprou Clarissa, espero que goste tanto quanto eu!!

      Excluir
  3. Nossa, vc leu 16 livros! Eu normalmente leio uns 5, sem contar oq que eu abandono. Quero muito ler a insustentavel leveza do ser

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é tudo uma questão de costume!! :))

      Excluir
  4. Eu li bem menos livros do que gostaria de ter lido esse ano. Uma pena, pretendo mudar isso em 2015!

    Com relação a A Insustentável Leveza do Ser, eu releio sempre. É o meu livro favorito da vida, desde que li super novinha, acho que com uns 14, 15 anos... E ele não era assim tão badalado assim não, mas isso mudou há algum tempo. Parece mesmo que TODO MUNDO resolveu ler e resenhar e amar e tudo mais...

    Beeeijo. :*

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim que livro demais né... Acho que vou acabar relendo todo ano também :)))

      Excluir
  5. Nossa, esse foi seu ano com a Rainha do Crime, hein? Beleza!
    Eu amo "A Insustentável Leveza do Ser" e "Paris é uma Festa". Quer ler algo incrível do Hemingway? "O velho e o Mar" é excelente! Fiquei curiosa com o livro do Doyle e li uma coletânea de contos do Aquino que não amei. Mas tanta gente o elogia, que devo tentar outro, e deve ser esse que vc leu. Bom ver mais uma crítica positiva, me animo mais.
    Morro de vontade de ler esse livro da Rowling. Vivo pensando nisso, mas nunca lembro de comprar, rs.
    :)


    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O velho e o mar já está no kindle para ler <3 <3 só infelizmente está tipo no final da fila! hahaha
      Que pena que não gostou de Aquino, mas tem muito autor bom de conto que escreve péssimos romances e vice versa né? :/

      Excluir
  6. Se tem uma coisa que amo são posts de livros em blogs, hahaha. Ainda mais quando não ficam só nos livros mainstream, sabe? Sempre quis ler Agatha Christie e vou começar pela sua indicação. Desses seus não li nenhum e nunca li John Green, mas to muito querendo ler O Projeto Rosie. Eu também queria ler esse da J.K mas no clube do livro começamos com o outro dela e juro que.. zzzzz e fiquei muito arrasada de pensar que talvezp ra mim ela só funcione com Harry Potter, mas tenho que dar uma chance pra esse.

    Aguardando ansiosamente a parte 2! haha

    http://www.paleseptember.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aiii eu amei o outro da Rowling!!! Considerando que você está falando de O Chamado o Cuco, mas né, vai que tem outro que eu não conheça hahaha.

      Excluir
  7. Hey <3 eu sou do blog Hipérbole Particular e eu indiquei seu blog em uma tag, dá uma olhada lá! Beijão.
    http://hiperboleparticular.blogspot.com.br/2014/12/tag-liebster-award.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela indicação, assim que der respondo!!

      Excluir
  8. Meu, tu precisa ler the marriage plot, PRECISA
    LER
    AGORA
    TIPO
    A-G-O-R-A

    SAI DO COMPUTADOR E LEIA.




    EU DISSE PRA SAIR E LER.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, esse post me lembrou que eu tinha uma resolução de ler policiais esse ano e acho que no fim das contas foi só um. Não me ache maluca, mas acredita que eu só li um único livro da Agatha Christie na vida? Muito estranho, né, preciso dar um jeito nisso logo, sinto que vou gostar muito porque já sou apaixonada pela Miss Marple

    Desses que você citou, meu favorito de longe é Morte Súbita! Li ano passado e morro de saudades dele todos os dias da minha vida, inclusive acho que já dei um intervalo razoável e posso reler. Amei, amei amei com todas as minhas forças, a história, os personagens erradíssimos E AQUELE FINAL! socorro

    Do John Green eu gosto bastante e li todos dele ano passado, acho que você deveria terminar o périplo e ler Paper Towns, porque depois de ACEDE é meu favorito e quase empata com ele em primeiro lugar. É um livro bem especial <3
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o final o final o final <3 <3 <3
      Eu to com Paper Towns no Kindle pra ler, esse ano vou!!

      Excluir

Postar um comentário

infelizmente o blogger não tem uma plataforma muito boa de comentários, então se alguém tiver algum interesse em ver minha resposta tem que voltar aqui no post. Procuro responder todos!
Obrigada pelo feedback!!