Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

rainbow cupcakes

Desde que a sobrinha de um amigo nasceu tenho feito cupcakes para o aniversário dela. Esse ano ela completa três anos e o tema da festinha vai ser O Mágico de Oz. Fiquei pensando em como fazer uma decoração de cupcake que não fosse muito trabalhosa, já que era uma quantidade grande de bolinhos.
A primeira coisa que vem na minha cabeça quando penso em Mágico de Oz é o arco-íris. Eu queria muito fazer a massa colorida, tipo esse aqui, mas no fim lembrei de uma foto no Pinterest de um cupcake de arco-íris diferente. Não encontrei de jeito nenhum a fonte original :/
E aí saiu isso:
Cupcakes de arco-íris
Rainbow Cupcake
OMG É TÃO FOFINHO!
Fiz o bolinho de baunilha e a cobertura de buttercream (receitas aqui e aqui). Tingi um pouquinho de cobertura de azul para cobrir os bolinhos e depois usei a cor natural do creme de manteiga para as nuvens, que fiz com bico de confeitar pitanga. A forminha de papel vermelha é uma referência aos sapatinhos da Dorothy <3
Balinha de arco-íris
bacon de unicórnio arco-íris é uma balinha dessas azedinhas que encontrei numa loja de doces. Ela vem num rolinho e aí é só cortar os pedacinhos e encaixar nas nuvens. Custou tipo 0,75 centavos e usei só duas para 12 cupcakes. Amei.
Flower Cupcake
Aí tingi o que sobrou de buttercream de vermelho e, com essa imagem em mente, cobri o resto dos cupcakes com florzinhas (usei o mesmo bico).
Cupcakes <3
Achei a combinação lindinha.
Cupcakes de chocolate
E pra ninguém ficar com ciúmes sobrou uns bolinhos de chocolate pro pessoal aqui de casa (aqui e aqui).
Ah, tem outras receitas de cupcakes aqui no blog, se alguém se interessar :)

5 combinações de fontes

Eu não gostei desse layout e já estou trabalhando em um novo mais elaborado. Infelizmente demorado rima com elaborado, então né, daqui a 100 anos vou terminar :)
Percebi que muita gente que acessa aqui se interessa por esse assunto - até porque acho que a maioria também tem blog -, então decidi fazer alguns posts sobre design de layouts.
Já falei aqui que acho que um bom design sempre começa com uma boa fonte. O meu maior problema é combiná-las. Às vezes gosto muito de uma fonte mas simplesmente não consigo encontrar outra que orne com ela.
Já falei aqui no blog também onde e como encontro fontes e selecionei minhas preferidas.
Fiz uma pequena seleção de fontes que acho que formam uma boa combinação:
Aí vocês me perguntam: qual a utilidade disso?
Descubra clicando abaixo :)

só pra não passar em branco

Troquei o layout de novo porque não aguentava mais a cara do outro. 
Favor ignorar o cabeçalho acima. Amanhã vou arrumar. ARRUMEI! :D
Só pra não passar em branco :)
Beijos em todos.

a casa onde eu sempre morei

Esse post faz parte do 30 Days Writing Challenge do blog Spleen Juice e corresponde ao Dia 1: descreva um lugar
a casa onde eu sempre morei
Quase certeza que foi em 1997 que mudamos pra lá. Era tão pequena e nonsense que não compreendia o que tudo aquilo significava para minha família: casa própria, nova, em bairro familiar... Lembro de ficar ansiosa pela mudança porque meu cachorro Beethoven (que morava com minha avó na época) ia poder morar com a gente e só. Eu morei 10 anos lá, mas é a casa em que eu sempre morei.
Lembro das janelas que tinham entre a cozinha e a sala (um provável pé atrás do construtor com o conceito de cozinha americana) e de odiar quando elas estavam fechadas. Ao mesmo tempo, nunca pensei em abri-las. Era como se a cozinha fosse um território proibido que eu não tinha voz. Lembro de fazer negrinho (brigadeiro, gente) no microondas. Lembro de furar o miolo do cacetinho (pão francês, gente) e encher de catchup. E logo saía dali e ia ver televisão na sala.
A sala era estranha. Não tinha sofá, só duas poltronas altas. Eram desconfortáveis, mas eu conseguia dormir a tarde toda nelas mesmo assim. Tinha uma lareira deliciosa que servia de aquecedor no inverno. Uma vez tive dois coelhos que moraram um tempo dentro dela.
O piso do andar de baixo era frio e eu odiava ficar de pé descalço nele.
O rádio onde cabia 50+1 CDs dentro. Estava escrito assim mesmo: cinquenta mais um. Como se aquele um fosse um super bônus. Você colocava os CDs na vertical numa espécie de carrossel. Meu trabalho era anotar em qual número do carrossel estavam os CDs para podermos escolher porque não, não tinha como saber que CD estava aonde. Já falei sobre ele para algumas pessoas e ninguém acredita que um modelo de rádio que cabia 51 CDs realmente existiu. Tá aqui a prova.
O meu quarto era a primeira porta subindo as escadas. Ele tinha uma parede de tijolos de vidro e móveis embutidos de marfim desenvolvidos por mim e pela minha mãe. Pintei na parede uma música do Bob Marley de tinta rosa na minha fase reggae (quem nunca?). A cabeceira da cama era uma espécie de baú e eu usava pra esconder meus tesouros mais preciosos - diários e cartas. A madeira da escada estalava durante a noite e eu morria de medo.
Um dia roubaram a casa e levaram minha fita do Rei Leão.
Lembro de riscar o chão inteiro do pátio do fundo com giz. Fazia um círculo e trazia o Beethoven pra dentro dele para ficarmos seguros - dentro daquele círculo nada poderia nos atingir. Vi isso em um filme e não lembro qual. Beethoven também fazia o papel dos leões e tigres selvagem, dependendo do meu humor. Beethoven era o vira-lata marrom e branco (daí o nome) que cuidava da casa. Ele costumava dar passeios pelo bairro sozinho e, quando voltava, ficava latindo no portão para abrirmos pra ele.
casa encantada
Perto da casa tinha outra casa cheia de miniaturas. Milhões de lendas rodavam o bairro sobre a origem desse "mini mundo". Até hoje não sei muito bem o que é, mas sempre descia uma parada de ônibus antes da minha para poder fazer o trajeto que passava por ela.
Com o tempo, a casa foi ficando ultrapassada. Era longe demais. Dava trabalho demais. Saía cara demais. E aos poucos a gente foi se desvinculando dela. Os vizinhos já não eram mais nossos amigos e os amigos já não eram mais nossos vizinhos. E de lá, vim pra cá.
Depois que me mudei, vi essa casa 3 vezes. Chorei nas 3. Chorei agora, ao encontrar ela no Google Street View. São lágrimas do bem, de saudade. Saudade da casa e de tudo que vivi nela. 
Fico pensando como a vida que levo agora é completamente diferente e como tem espaço pra essas duas vidas dentro de mim. Como aquele foi um capítulo da minha vida e agora está sendo outro. E penso em como vai ser o próximo capítulo, em como vou estar daqui a 10 ou 20 anos.
E aí descubro que, apesar de tudo que ainda quero fazer e de todos os lugares que quero morar, no fundo eu gostaria de estar nessa mesma casa, com a família que pretendo ter, refazendo os passos da família que tenho. Podia ser mais clichê? :)

pinterest finds #3 - nail art do bem

Eu sempre gostei de nail art, mas nunca tive coragem de fazer nada muito elaborado. O máximo que me permiti foi fazer um degradê, galaxy e uma unha de cada cor (todas devidamente registradas aqui no blog). 
Passeando pelo Pinterest, encontrei algumas nail art que chamo de "do bem". Nada muito exagerado e que dá pra fazer em casa tranquilo.
No fim essa categoria aqui do blog acabou ficando temática - já teve de decoração e de ilustrações. Alguma sugestão da temática do próximo post? Ah, se você também é viciado nessa rede dos céus, pode me seguir aqui.
1. Gostei dessa idéia de colocar um pouco de glitter na base da unha. Aqueles strass ali são demais pra minha cabeça, mas a idéia geral está bem legal. Acho que é só pintar a unha da cor desejada e depois pegar um esmalte de glitter e focar na base - talvez seja necessário passar umas 3 camadas. Essa manicure lembra uma que eu já fiz muitas vezes (estava na verdade meio obcecada por ela - usei durante uns 6 meses a mesma, he-he). Fonte.
2. Unhas Tiffany's <3 coloquei aqui mais pela idéia da francesinha colorida. A única coisa que tem que cuidar é se o esmalte de baixo não vai ficar aparecendo no "fundo" do branco - já fiz algo parecido e ficou bem feio. Pra fazer francesinha, corto um pedaço de durex e colo ele um pouco na minha roupa (pra não ficar muito difícil de tirar). Aí depois colo na unha deixando as pontinhas de fora e pinto. Espero secar e tiro. Melhor técnica. Fonte (não encontrei - drama do Pinterest).
3. Achei legal mais pela combinação de cores mesmo: cinza, amarelo, coral, turquesa e lilás. Perfeito. As pontinhas brancas ficaram meio estranhas - sei que a idéia é que seja torta mesmo, mas pra mim só parece que tem algo errado. Fonte.
4. Francesinha de glitter, como não pensei nisso antes? Eu fui uma drag queen na outra encarnação e glitter é minha kriptonita, gente. Fonte.
5. Francesinha degradê. Bem lindo, super casaria com essa manicure :) hahaha. É bem fácil de fazer, só precisa de uma esponjinha de maquiagem (daquelas em formato de queijo). Eu já fiz um tutorial de unha degradê aqui no blog, é só adaptar. Fonte.
6. Achei essa combinação de esmaltes perfeita. Ando numa fase dourado e achei que os tons de rosa combinaram demais. O mais legal é que não requer nenhuma habilidade extra, é só saber pintar as unhas direitinho e ter cores similares. Fonte (na verdade é um site que vende kits de esmaltes com dicas de como usar eles, eu super me cadastrei - é de graça - e tem várias idéias legais, valeu a pena).

projetos de costura

Depois de masterizar a arte das almofadas (só que não), decidi passar para projetos mais ambiciosos na costura. Eu já tinha feito um bonequinho pra minha mãe (que no fim parece mais uma... almofada, he-he) e decidi tentar fazer mais coisinhas desse estilo. A minha maior dificuldade é que provavelmente vou ter que costurar coisas menores e tenho medo de arrancar um dedo fora com aquela agulha do demônio :}
Para ajudar, tenho reunido imagens de coisas que gostaria de fazer numa espécie de pastinha de inspirações.
O que eu mais quero fazer é um Ugly Doll. Eles são a coisa mais fofa do mundo ou não? Eu não sei muito bem de que tecido eles são feitos, acho que é tipo uma pelúcia. Pensei em fazer com feltro, mas estou sem. Aí pensei em fazer com um tecido qualquer, mas acho que vai perder a fofura da coisa. Vou averiguar.
1, 2, 3, 4, 5.
Outra coisa que queria fazer era um ursinho. Também não tenho pelúcia, mas gente, olha esses dois primeiros feito com um tecido que eu não sei o nome (he-he). Quero muito encontrar um desses (e descobrir o nome). Os outros parecem pelúcia, mas o preto poderia ser feito com um tecido qualquer :) Claro que esses detalhezinhos de roupa e coisa vão passar despercebidos por mim - demais pra minha cabeça. O que eu mais preciso aprender é a bordar os detalhes do rosto... Até que não parece tão difícil, já achei vários tutoriais por aí :) 
1, 2, 3, 4.
Seguindo a linha dos ursinhos, queria fazer um coelho também. Estou escolhendo coisas que parecem bem simples inicialmente (e que eu possa fazer em tamanho grande).
Tá aí o início da minha tentativa - a meta é fazer um ursinho tipo aquele primeiro da montagem. Já fiz alguns dos recortes, agora quero tentar fazer os detalhes do rosto antes de costurar e colocar os enchimentos (tipo um algodão, tenho um sacão aqui que minha mãe comprou). Meus medo de fazer a bela adormecida aflora só de pensar em costurar a voltinha daquelas orelhas. Queria fazer a cabeça separada pra ficar mais anatômico (com o "molde" que fiz ele vai ficar meio sem pescoço), mas não consegui descobrir como eu costuraria a cabeça no corpo, he-he. Aí vou fazer uma gravatinha borboleta e amarrar apertado onde é pra ser o pescoço, acho que vai dar certo. Prometo mostrar o resultado aqui :)

receita: risoto para um

Quem já cozinhou um risoto sabe o trabalho braçal que o rango demanda. Você fica ali mexendo e mexendo eternamente e nunca fica pronto. É tipo arroz integral, tcc e download do the sims: quando você acha que está pronto não está nem na metade.
Como eu me sinto quando eu faço risoto do jeito normal:
Esses dias minha mãe (no blog tem outra versão da mesma receita) me ensinou a fazer um risoto ultra rápido na panela de pressão, você não precisa nem mexer. Ontem estava sozinha em casa e decidi testar o método. Resultado: um risoto perfeito de cogumelos e gorgonzola em menos de meia hora. Como sou generosa, vou repassar a mágica :)
Ingredientes do risoto
Ingredientes: arroz árborio (especial para risoto), cogumelos secos, manteiga, queijo gorgonzola, alho, cebola, vinho branco e azeite de oliva (não estão na foto).
Eu usei cogumelo e gorgonzola porque tinha aqui por casa, mas risoto pode ser feito com um milhão de coisas. Procure uma receita do que você tem aí e adapte.
Faz assim ó:
Como os cogumelos Shimeji que eu tinha aqui não eram frescos, tive que reidratá-los. Coloque um punhado deles em um pote e jogue duas xícaras de água fervente em cima. O cogumelo Shimeji é muito forte, então coloque pouquinho. Deixe descansar (eles tem que ficar submersos em água quente de 3 a 5 minutos).
Enquanto os cogumelos reidratam, pique meia cebola e meio dente de alho (na verdade eu uso uma colher daqueles picados prontos que vende no supermercado).
Coloque a panela de pressão em fogo alto e jogue uma colher de manteiga dentro dela. Quando estiver quente e derretida, despeje um fio de azeite de oliva (se você usar só a manteiga ela pode queimar). Coloque primeiro as cebolas e quando elas estiverem quase transparentes coloque o alho. Mexa tudo com uma colher de pau.
Agora você vai colocar o arroz. Se você estiver fazendo só para você, a medida certa é meia xícara. Parece pouco, mas dá um pratão exato. Se você estiver com fome, coloque uma xícara inteira (ou talvez uns 3/4, uma xícara é muito). Vá mexendo o arroz até que ele fique transparente.
Despeje meia xícara de vinho branco seco e mexa o arroz até o vinho evaporar por inteiro. Eu já pulei essa parte em outros risotos e ficou ok, mas se um chef visse isso me baniria de qualquer cozinha.
Depois que o vinho evaporar, coloque os cogumelos junto com a água dentro da panela. A água que você usou para reidratar os cogumelos vai servir de caldo para cozinhar o arroz. Coloque o dobro da medida que você colocou de arroz (no meu caso coloquei uma xícara do caldo). Salgue um pouquinho esse líquido, dê uma mexida rápida e tampe a panela (não esqueça de vedar bem).
Panela de pressão
Como eu me sinto quando tampo a panela de pressão:
Como eu me sinto quando tem uma panela de pressão no fogo:
Sério gente, do jeito que eu sou desastrada, meu maior medo é que a panela de pressão exploda. Fico com o coração na mão! Hahaha. Drama.
Enfim, quando pegar pressão, você espera mais 3 minutos e desliga o fogão. Sim, só 3 minutos.
Espere a pressão acabar (ou faça o trucão de colocar a panela fechada em baixo da água fria) e abra a panela. Seu risoto vai estar ali lindinho. Se estiver muito líquido, coloque no fogo de novo e mexa até evaporar. Se estiver muito duro, coloque mais um pouco de caldo e vá mexendo até chegar no ponto certo.
Quando estiver pronto, coloque uns pedaços pequenos de gorgonzola (meio à gosto, sabe) e uma colher de manteiga. Dê uma última mexida e sirva. 
Risoto para um
AW YEAAAAH FUCKING RISOTO <3
Observação 1: como fotografar comida sem parecer vômito? :(
Observação 2: gostaria de agradecer a participação especial do Gordon Ramsays, do Chandler e da Emma Stone. UM BEIJO, SEUS LINDOS :*

trecos

Borrachas fofas
Arrumando uma gaveta do meu quarto que só coisa de papelaria, encontrei essas borrachinhas que nem lembro quando comprei. São muito fofas né? Exceto o polvo, todas são para colocar na ponta do lápis. A de macaquinho é a que eu mais gosto. Quedê coragem pra efetivamente usá-las?
Fitas adesivas coloridas
Nota mental: não comprar mais fitas adesivas coloridas. Amo muito elas, mas não encontro finalidade prático. Já usei em prendedores para fazer um varalzinho de fotos, em algumas páginas de scrapbook (que acabei desistindo) e só... Sugestões?
Cadernos fofos
Fazia tempo que não tirava meus cadernos da gaveta... Foi legal rever alguns desenhos velhos :) Tenho 100 mil caderninhos - a maioria arruinados para sempre por um único desenho feio. Você compra aquele lindo bloco e não vê a hora de chegar em casa e rabiscar. Aí você não está muito inspirado e faz um desenho horrível na primeira página do até então imaculado bloquinho. E aí você nunca mais conseguirá desenhar nele de novo. Ruined forever. Story of my life.
Porta-chaves
No meio da bagunça encontrei esses porta-chaves bonitinhos. O de coruja é bem velho e não sei porque não usei ainda - ele tem até uma luzinha para você encontrar a fechadura de noite <3
Produtos de beleza fofos
Deu pra notar que eu tenho um fraco por coisas fofas e kawaii né? Sempre que vejo uma coisinha bonitinhas e barata eu quero :) acho que, além dos esmaltes, nada do que está aí custou mais de 5 reais. O esmalte de sorvete não tem marca, mas até que é bem bonzinho, dura bastante. O da Hello Kitty é da Hits e é uma porcaria. A cor é legal, mas é horrível de passar e dura 2 horas. Sério. O coelhinho, o donut, o cupcake e o moranguinho (clássico <3) são glosses/lip balms. Odeio o plural de gloss. A rosa é um espelho e o pinguim é um creme para as mãos (bem ok). O pincel é bem gordão, uso pra passar pó no rosto todo :)

5 idéias de design para blogs

Volta e meia tento fazer um layout novo aqui pro blog. Eu gosto do atual, mas sou muito inquieta e já estou querendo mudar. Das minhas muitas tentativas, até que saíram uns legais. Não o suficiente para eu querer colocar aqui no blog, mas legais. Pensei então em postar por aqui e talvez inspirar alguns de vocês :)
Eu sempre acho que um bom design tem que começar com uma boa fonte. Já fiz um post aqui no blog com algumas sugestões de fontes e contando como encontro as minhas. Muitas vezes é a própria fonte que define a direção do que vou fazer, como foi o caso desse logo. Comecei com a fonte Langdon (baixe aqui) e trabalhei a partir dela. Inicialmente, queria uma coisa em 50 tons de cinza, mas tinha ficado simples demais. Aí ando meio obcecada pela cor menta (yep, ainda não superei) e resolvi usá-la. Continuou muito simples e sobrepus na fonte do título um padrão bem discreto preto com algumas manchas brancas (é o primeiro do possível background). Achei feio e larguei de mão, he-he. Caso usasse,  provavelmente escolheria um background preto e branco.

Já esse design começou a partir de uma imagem. Já fiz um post por aqui com sites de resources legais e foi lá no deviantart que encontrei esse bulldog amoroso. Se vejo uma imagem e decido que quero fazer um layout com ela, geralmente escrevo o nome do blog do lado e vou testando as fontes que tenho uma por uma, até encontrar a que fique legal. Achei que a Haymaker (baixe ela aqui) ornava. A Bebas (baixe aqui) é uma fonte meio curinga, combina com tudo. Uma coisa que eu acho que sempre deixa qualquer design mais interessante é essa "distorção" na fonte (o formato de arco no nome do blog, nesse caso). Desisti desse layout porque não achei nenhum background que ficasse legal (tenho pânico de backgrounds neutros). O problema de usar uma imagem muito colorida (embora essa nem seja tanto) é esse, fica difícil combinar com outras cores e padrões.
Muitas vezes a idéia vem do nada. Decidi que ia fazer um layout estilo caderno. Procurei uma fonte que ornasse (baixe a The Lost Paintings aqui) e escolhi uma cor bem chamativa (a idéia era que parecesse caneta marca-texto). Sobrepus o resto do nome do blog com uma outra fonte que considero curinga (baixe a Orator Std aqui). Acho muito importante não misturar fontes 'chamativas'. Se você usar uma mais "chegay", como a The Lost Paintings, deixe pra usar uma mais básica no resto. Os fundos escolhidos são relativos à mesma temática de caderno. Desisti porque achei feio, mas usei a idéia para fazer as montagens do post sobre Nova York.
Eu ando obcecada por aquarela (o layout atual tem um pouco disso). Encontrei no Deviantart esses pincéis de aquarela para Photoshop (baixe aqui) e decidi usá-los em um layout. Queria que parecesse real (se tivesse scanner, super faria meus banners a mão) e busquei uma fonte com essa aparência para o título (baixe aqui). Também distorci um pouco o texto pra não ficar tão perfeito. Achei que tinha ficado muito blé e decidi ornamentar um pouco mais. A fonte Bergamot Ornaments (baixe aqui) é muito útil para esse tipo de coisa. É uma fonte estilo Dingbats (só imagens) cheia de ornamentos e arabescos bonitos. Aí escolhi dois ornamentos e coloquei nas pontas do título. Os possíveis fundos seguem o padrão aquarela que eu estava tentando buscar. Abdiquei porque não ficou nada real e prefiro o layout atual.
Às vezes gosto tanto de uma foto que quero usá-la no layout. Acho importante dar uma neutralizada nela pra não chamar muita atenção (especialmente em blogs com muitas fotos, como o meu). Com umas simples mexidas no Photoshop já ficou melhor. Aqui outra prova de que a fonte Bergamot Ornaments é demais. Usei vários arabescos dela na construção desse logo. Aqui também usei a "técnica" de não misturar duas fontes "chegay". Com a Marmelatta (baixe aqui), usei a Governor (baixe aqui) para neutralizar. A Governor é minha fonte neutra preferida, o único problema dela é que ela foi criada por americanos insensíveis e não tem acentos. Adoro logos circulares na lateral de blogs - sempre fica lindo. Desisti desse porque ficou muito parecido com outro logo que o blog já teve.

domingo campestre

Sem título
Hoje no sítio - olha como eu sou dedicada, postando praticamente em tempo real :)
Sem título
Sem título
Limões direto do pé e vegetais frescos recém colhidos da horta... Impossível ser infeliz nesse almoço :) (ok, a felicidade provavelmente jaz na picanha mal passada e sangrenta do churrasco <3 - quem eu quero enganar?).
asitio041320136
Sem título
Flores bonitas :)
Sem título
Amizade inusitada - você vê por aqui.
Sem título
 Félix de bowie em baixo da mesowie.
Sem título
Sem título
Se um dia você encontrar essas frutinhas pelo caminho não as coma. Elas não são comestíveis e são muito ruins. Eu comi e não foi legal. Fica a dica.
Sem título
Com certeza minha parte preferida do sítio é a rede :) Quando eu crescer vou ter uma rede no meio da  minha sala, juro.
Weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

I like #21

I like #21
1. Sketch Toy: site bem legal pra brincar de desenhar e fazer sketches... Dá pra salvar (bem fácil, não precisa nem se cadastrar) e mandar para os seus amigos. Fiz um pra vocês aqui <3 O que mais gostei foi de pegar desenhos mais elaborados e ver como eles foram desenhados, como esse da Branca de Neve. Legal acompanhar o trabalho dos artistas desde o início :)
2. Menina entra na Turquia usando passaporte de unicórnio de pelúcia: apenas morri de amores por essa mini eu, que entrou em outro país com o passaporte do seu unicórnio e ainda conseguiu levar um carimbo. <3
3. craftgawker: rede estilo o Pinterest, só que apenas com D.I.Y.'s. Tem de roupas à decoração. Você dá uma olhadinha e já sai com mil idéias na cabeça (KD EXECUTAR? he-he).
4. Repeat-x, repeat-y: esse site é legal pra quem tem blog - são vários backgrounds legais, daquele estilo que se repete e fica padronizado (tipo o meu).

f*tilidades

Estava olhando os arquivos antigos do blog (na verdade, estava calculando mentalmente a desgraceira que seria ter que mudar todas as fotos do blog para outro servidor) e percebi que faz muito tempo que não falo de beleza aqui no blog. Não que né, eu seja uma guru do youtube, mas esse assunto me interessa :} Se não te interessa, toma aqui um passatempo melhor do que ler isso.
Tá aí um post que não vai acrescentar nada na vida de vocês, parabéns :)
Me segurei muito pra não colocar no título algo do tipo "MY HAIR ROUTINE" e similares, só de trollagem <3
Beauty Goods 4
Esses são os produtos que uso no banho. Que tal o BG do dia, hem? Você pode notar a descarga e uma touca de banho pendurada ali. Só faltou o vaso aberto <3
O shampoo da Kérastase Bain Clarifiant é para couro cabeludo oleoso. A minha saga capilar é genial: sempre tive cabelo ultra seco e feião porque fazia luzes, não cuidava e usava Seda Ceramidas (desculpa amigue, se você usa Seda Ceramidas e gosta é porque você tem cabelo bom ok). Aí um dia decidi que ia ter cabelo saudável, parei de descolorir e comecei a cuidar dele freneticamente. Adivinha o que aconteceu? Sim, fiquei com o cabelo tão hidratado, mas tão hidratado, que ele até ficou OLEOSO. YES. Enfim, aí descobri esse shampoo que é específico para tratar o couro cabeludo e regular a oleosidade do cabelo e desde então esse problema acabou. Eu uso uma vez por semana mais ou menos e bem pouquinho, para assim durar eternamente e eu não precisar desembolsar um milhão de dólares para adquirir outro. Kérastase, sua cara, me manda uns jabás, prometo apenas resenhas positivas :*
Gosto muito do shampoo e do condicionador John Frieda específicos para cabelos castanhos. O Aussie 3 Minutes Miracle é famoso por aí. Eu testei ele só esse ano e é realmente bom. Você passa durante o banho mesmo e quando sai o cabelo está lindo e hidratado. Acho mega prático. Gosto mais ainda daquelas ampolas da Pantene que tem o mesmo sistema de 3 minutos, mas agora tenho que terminar o estoque da Aussie que trouxe de Nova York, he-he.
No rosto uso essa espuma de limpeza da Bioré. É tipo um creminho que você esfrega e vira espuma,é bem leve e não deixa aquela sensação de pele repuxada que nem vários sabonetes faciais por aí.
Gosto muito de esfoliantes mas uso muito de vez em quando, porque tenho a pele seca e não quero deixar pior ainda. No rosto, gosto do Apricot Scrub da St. Ives, acho levinho e o cheirinho é uma delícia. No corpo uso meio que qualquer um. Esse da Nivea é bom e faz as vezes de sabonete também.
Uma coisa que tenho muita preguiça é passar creme no corpo. Passo o óleo no chuveiro mesmo, logo depois do banho. Tenho usado esse de amêndoas da Natura, adoro o cheiro.
Beauty Goods 3
A não ser que seja uma ocasião mega especial, você jamais vai me ver com um secador em mãos. Tenho 50 quilos de cabelos compridos, trabalho braçal não é comigo. E aí que essa cabeleira toda tem que ficar no lugar de algum jeito. E pra mim só funciona se eu usar um milhão de produtos. 
Depois do banho passo o creme pra pentear da Alta Moda É (esse é o pior nome do mundo) misturado com o óleo de argan da Organix. Óleo de Argan é meu pastor e nada me faltará. Uso de um milhão de jeitos. Além de passar no cabelo molhado depois do banho, passo nas pontas antes de dormir, também gosto de emplastar o cabelo com ele e dormir. No outro dia lavo o cabelo assim que acordo. Você vai ter que passar Shampoo umas três vezes pra sair tudo, mas o cabelo fica lindão. Dica.
Estou querendo deixar meu cabelo crescer mais ainda, então estou sempre em guerra com as pontas duplas. Pra quem corta o cabelo regularmente esse produto Ego Boost da Bed Head é ótimo. Ele previne muito bem, mas não trata muito. Estou usando esse reconstrutor de pontas duplas da Dove e a impressão que tenho é que está funcionando. Gostei.
Outra coisa que uso bastante também é Shampoo a Seco, já que não lavo o cabelo todos os dias. Esse em pó da Klorane é meu preferido.
Beauty Goods 1
Depois de limpo, passo esse tônico da Vichy Normaderm no rosto. Não uso ele todos os dias no inverno porque ele é adstringente e seca um pouco a pele. Aí depois dou uma borrifada de água termal da La Roche-Posay para me sentir uma diva porque saporra não deve ter outra utilidade a não ser o glamour e, enquanto a pele ainda está úmida, uso o creme Embryolisse (que já é famoso por aí). Gosto muito desse creme, ele é bem leve e hidrata bastante. Ele tá acabando e eu vou chorar. Quando lembro passo esse tubinho em volta dos olhos - é da Monoprix, rede de supermercados francesa que também tem produtos próprios. Sei lá o que acho dele, hahaha. Ele é daqueles que tem tipo uma bolinha geladinha na ponta gostosinha de aplicar, geralmente uso quando acordo de ressaca.
Beauty Goods 2
Mais trecos que passo no cabelo. Gosto do reconstrutor noturno da Pantene porque dá pra passar no cabelo seco, aí uso de vez em quando antes de dormir. Nas raríssimas vezes que faço chapinha, fico odiada com aquele efeito chapado (dã, haha) do cabelo. Gosto dele liso, mas não gosto dele escorrido. Aí uso esse spray volumizador da Not Your Mother's (esse nome é tão terrível quanto o Alta Moda É...) na raiz e ele fica mais cheio. Esse produto é tipo um hidratante em spray que você passa focando mais na raiz dos cabelos logo depois do banho. Eu gosto do cheiro e da idéia, mas ainda não decidi se ele é bom ou não. Nas mais raríssimas vezes ainda que faço escova, adoro esse modelador Creative Genius da Bed Head - você passa antes de secar e o cabelo fica com uma textura legal e cheio. Já falei que detesto cabelo escorrido? :} Aí depois passo ou o spray Headrush também da Bed Head que deixa o cabelo lindo, brilhoso e cheiroso, ou o Sheer Solution da John Frieda, que tira completamente o frizz (AMOR <3).