coisas

20 de janeiro de 2017
Você sabe que usa demais um tênis quando eles poderiam tranquilamente ir pro lixo de tão sujos e gastos. Ajudei um amigo com o TCC e ele me deu esse da esquerda como pagamento. É um Vans, provavelmente minha marca favorita de sapatos. O All Star de couro é amor eterno, amor verdadeiro, mas toda vez que coloco ele sinto que ele pode se desfazer a qualquer minuto. Tá na hora de aposentar os dois, mas cadê coragem? 
Ganhei de uma outra amiga esses patches fofinhos. Ainda não decidi onde vou colar, tô em dúvida se coloco na minha jaqueta que já tem patches ou na que bordei. Que cês acham? Meus amigos só me dão presentes fabulosos <3
Adorei essa foto do meu quarto. Eu já fiz as pazes com o fato de que os meus quadros sempre vão estar um pouco tortos, faça as pazes você também ;)
Dois objetos fofos. Esse enfeite de veado custou a bagatela de 1 euro na Ikea, aquela linda. O copinho com canudo pinterestico não lembro de onde é, mas o suco é Naturale de laranja que é tipo o melhor suco do mundo. Uma benção ao tio Zaffari, que faz esse suquinho lindo pra nós (Zaffari é uma rede de supermercados gaúcha).

lista de pequenas listas portuguesas

18 de janeiro de 2017
Então vim aqui listar coisas sobre Portugal, só porque voltei pra casa e já estou com saudades.
Pequena lista de coisas que ainda são algo em Portugal:
- Pau de selfie: apesar de ainda não ter aceitado a existência dessa geringonça e saber que muita gente usa por aqui, em Portugal tem quase tanto pau de selfie quando pastel de nata.
- Falar ao telefone: pessoalmente acho de bom tom ligar apenas quando estiver pegando fogo, mas lá o pessoal adora falar no telefone e fala-se muito mais que aqui. É muito mais comum ver gente falando com o celular no ouvido do que mandando whatsapp/sms.
- Pokemon Go. Sim, você ainda vê várias pessoas na rua caçando Pokemons. Depois um amigo me disse que teve uma atualização do jogo e que provavelmente era por isso, mas de qualquer jeito achei surpreendente.
- Hamburguerias: aqui a febre dos hamburgers gourmet já passou, lá encontra um por esquina.
Pequena lista de músicas que conheci em Portugal:
Eu tô completamente obcecada por essa música que eu ouvi um músico de rua adorável cantando em Porto na rua mais adorável de Porto no momento mais adorável do mundo. Aquele tipo de cena que não dá pra descrever, virar uma esquina e dar de cara com um momento lindo e ficar meio embasbacado com o quanto a vida pode ser feliz, sabe? Prestem atenção na letra, fala sobre nascimento e é adorável. Claramente estava num momento sentimental achando tudo adorável.
Também estou obcecada por música portuguesa e vi essa gata cantando num bar de fado ao vivo e aparentemente gosto de fado.
Pelo amor de Deus, prestenção na letra dessa música, que em algum momento diz:
"Prefiro ser sempre triste
Para não morrer de alegria"
Como não amar?
Aparentemente virei portuguesa depois de tanto tempo em Portugal, não é mesmo?
Pequena lista de vocabulário português:
Em Portugal é muito comum você pedir comidas com GRELOS. Grelo é tipo couve ou espinafre.
Na mesma senda (OLHA AÍ O VOCABULÁRIO JURÍDICO, EU JURO QUE TENHO UM DIPLOMA DE DIREITO GEMTY), existe um prato de bacalhau que se chama PUNHETA. Plmdss, por que eu rio dessas coisas?
Lugar é sítio, legal é fiche e boy é gajo. Nada demais, apenas palavras muito ouvidas que confundem inicialmente.
Outra coisa que amei é que o nosso "rolê", pra eles é "cena" (foi a única palavra que eu consegui para equivaler). Então se tu vai falar de alguma coisa, qualquer coisa, por exemplo, preciso tirar uns documentos e tem uma burocracia chata, tem uma cena chata de burocracia. Ou "Saca a cena do bairro tal?" significa só "Você já conhece o bairro tal?". Achei lindo e estou tentando adicionar no meu vocabulário.
Chamar mulheres de menina é levemente equivalente a chamar de senhora, é um jeito respeitoso de chamar as mulheres. Por exemplo, a mulher do caixa do supermercado me perguntou "A menina vai querer sacola?". Aliás, isso também é comum, tratar a pessoa que está na sua frente como terceira pessoa.
Coisas que me aconteceram nos meus primeiros 25 minutos em Portugal:
- o meu voo era daqueles que tem que pegar um ônibus para chegar no terminal. O avião pousou e, de alguma maneira, um cachorro conseguiu fugir do compartimento de cargas e saiu correndo alucinado pela pista de voo. Os donos estavam no ônibus comigo e tiveram que sair correndo atrás dele. Foi fabuloso e, se eu não tivesse que agir como um ser humano normal, super teria corrido alucinada que nem aquele cachorro depois de 11 horas dentro de um avião turbulento.
- o avião chegou muito em cima da hora para pegar a escala para o meu próximo voo e muitas pessoas, incluindo eu, não conseguiram entrar. Uma desorganização absurda, todo mundo fazendo barraco, incluindo eu, pois nada que eu ame mais do que barraco, e uma funcionária da companhia aérea se demitiu na minha frente da forma mais maravilhosa que eu consigo imaginar: jogou a planilha que estava segurando no chão e e disse JÁ NÃO ME IMPORTA MAIS (leia em sotaque português), virou as costas e saiu andando sem olhar pra trás. Quase bati palmas.
Pequena lista de confusões culturais:
- Ter que comprar sacolas no supermercado. Demora algum tempo pra você perceber que cada pequena compra você gastou 1 real a mais para comprar uma sacola e depois de um tempo passa a levar sacolas na bolsa.
- Jogar o papel higiênico no vaso. É idiota mas dá um leve tilt cerebral mudar uma coisa que você está mega acostumado a fazer.
- Ir embora não é um evento. Outra coisa idiota, mas sempre que estou com amigos aqui é aquele drama do JÁ VAIII, COMO TU VAI IRRR, QUER QUE EU CHAME UM TÁXII, ESPERA PRA IRMOS JUNTOSSSS e parece que lá todo mundo entende que se você quer ir embora é porque você vai embora e não tem grandes dramas. Ligo isso à preocupação que temos da pessoa chegar sã e salva em casa, coisa que lá a probabilidade é tipo assim 99% de que tudo dê certo e aqui é tipo -1% não é mesmo? 

retrospectiva 2016

31 de dezembro de 2016
Todo ano faço uma retrospectiva dos posts mais legais do blog daquele ano. Acho legal porque acaba sendo um resumão do ano e quem veio parar aqui no blog no meio do ano pode dar uma olhada nos posts antigos favoritos. Aos 45 do segundo tempo vim aqui fazer a de 2016.
Veja aqui as retrospectivas de: 2012, 2013, 2014, 2015 (meu deus, esse blog tá velho).
Não deu pra fazer montagens bonitinhas porque estou viajando então escolhi as fotos mais legais de cada mês para ilustrar.
JANEIRO
Pruu
Em janeiro dissertei sobre o que é esse blog e o que significa pra mim e cheguei a conclusão que é um blog sobre coisas . Também rolou um post que muitas pessoas se identificaram, o "eu não curto vilões", onde expliquei porque eu sempre torço pra quem é gente boa :)
FEVEREIRO
Em fevereiro o falei sobre o meu quarto, que sempre faz sucesso aqui no blog. Primeiro mostrei a pintura nova da parede, que antes era verde água, e depois falei sobre mais algumas mudanças que fiz nele (eu perdi minha pistola de grampos :~). Também teve esse post aleatório que eu adoro.
MARÇO
Em março teve fotos da Páscoa na fazenda do meu amigo, que foi fabulosa. Também contei um "causo" engraçado de família e tentei convencer vocês a doar sangue.
ABRIL
Abril foi o mês que teve mais posts no blog depois do BEDA. Teve um post que bombou bastante, o 5 drops de sincericídio, que acho bem engraçado. Também contei sobre os livros que comprei na Amazon e o SAC maravilhoso deles. Ainda amo a curadoria de gifs desse post onde dei dicas de cozinha. Aqui me sentindo culpada por não ter postado receitas fáceis como prometi. Vai rolar, gente, juro. Nesse mês também saiu um dos meus posts favoritos da vida, onde falei sobre o alimento xis.
MAIO
Em maio mostrei umas fotos que tirei pro brechó da minha amiga. Rolou um what's in my bag, que sempre gosto de fazer e pretendo refazer quando voltar pra casa porque tem basante coisa nova :) Tem um post bem engraçado: brilho eterno de uma mente sem lembranças. Nesse mês estava obcecada por poesia e fiz um poema ruim pra um ex-namorado bosta que intitulei de Fedor, HAHAHA. Quase ninguém se importou com ele mas eu adoro <3
JUNHO
Em junho vim pra Portugal (EMOÇÃO ESTAR AQUI DE NOVO <3) e teve fotos daqui: um pouco de Portugal e mais de Portugal (tô de parabéns pela criatividade nos títulos dos posts sqn). Também fiz um post polêmico sobre casais famosos que eu torci contra e mostrei uma cartinha que recebi.
JULHO
Em julho teve fotos de Sintra, o lugar mais mágico que eu já fui (eu voltei lá agora, hihihi). No dia 15, o blog completou 5 anos e fiz um post comemorativo contando algumas curiosidades sobre ele. Tem esse post engraçado: anedotário.
AGOSTO
Agosto foi o mês em que, pela primeira vez, decidi participar do BEDA. O que significa que eu postei 31 vezes em agosto. Foi um sufoco, teve muita bobagem e tags desesperadas, mas foi bem legal.
Esses são meus posts preferidos de agosto:
Adoro o post com minhas fotos favoritas da viagem à Portugal. Também gosto das fotos aleatórias desse post, desse post e desse post.
Teve também post de D.I.Y. porque sou blogueira dedicada e ensinei a secar flores.
Respondi à tag "o que tem no meu chuveiro", surpreendentemente legal, e também refiz o meme escrito.
Também mostrei mais cartinhas que recebi pelo correioaquarelas que fiz pra enviar de volta (QUE EU NÃO MANDEI AINDA, DESCULPA MIGAS).
E por último, os posts introdutório e finalizatório do BEDA, com os links dos meus blogs favoritos.
SETEMBRO
Setembro a coisa começou a desandar aqui no blog porque minha vida começou a ficar meio turbulenta e porque minha criatividade esvaziou depois do BEDA. Só dois posts, nenhum com fotos, mas um que acho bom onde contei minhas desventuras amorosas: prazer, bridget jones.
OUTUBRO
Em outubro só teve dois posts também, mas gosto dos dois: um monte de coisa nova, com fotos de coisas que ganhei, e mais um anedotário, com um monte de bobagem.
NOVEMBRO
Novembro só teve um post e, adivinha o nome? ANEDOTÁRIO. Plmdds, definitivamente preciso melhorar em matéria de títulos de posts. Googlando sinônimo para anedotário em 5, 4, 3...
DEZEMBRO
Em dezembro eu estava decidida a postar mais, mas aí um monte de coisa aconteceu, depois rolou essa viagem de última hora e não deu pra preparar nada. Mas teve post com fotos aleatórias e post com fotos aqui de Portugal :)
Caso alguém se interesse, em 2016 também falei sobre os livros que li em 2015 (aqui, aqui e aqui) e em 2016 (aqui, aqui, aqui, aqui). Ainda falta fazer algumas resenhas desse ano.
Olhando as fotos desse post percebi que sou obcecada pela cor cinza. Eu juro que estou com uma calça E uma blusa cinza nesse exato momento, inclusive.
Acho que é isso, gente.
Espero que gostem da retrospectiva e que 2016 seja melhor que 2017, mesmo que 2016 tenha sido bom.
Aqui em Portugal eles falam Boa passagem and I think that's beautiful. Então, BOA PASSAGEM a todos, considerem-se brindados <3

feliz natal

25 de dezembro de 2016
HO-HO-HO FELIZ NATAL!
Cês sabiam que minha mãe mora em Portugal? Cês sabiam que eu vim passar o Natal com ela aqui? Cês me seguem no instagram? Tenho dado mais notícias lá do que aqui. Meu username é lileord.
Esse chão pode vir a ter mais de 800 anos e nóis tá como? Pisoteando tudo. Fica na Alhambra, na Espanha. Nós demos um rolê de carro pela Espanha e foi muito legal :)
Comprei esses docinhos das Monjas Mercedarias Descalzas. É uma ordem de freiras em clausura e, para comprar os docinhos, você bota o dinheiro numa espécie de roleta e grita lá pra dentro o que você quer, a roleta gira e volta com o troco e os doces. Fabuloso.
Os docinhos eram ruins, caso interesse alguém.
Talvez o lugar mais legal que já fiquei hospedada, esse apartamento em Sevilha é de um crítico de arte chamado Pepe que tem uma coleção enormes de livros e CDs.
 A história de Lisboa contada em quadrinhos.
Grafite em Lisboa. Essa visita a Lisboa foi especialmente legal porque uma amiga que mora em lá me levou pra conhecer a "Lisboa dela" e o roteiro incluiu bares clandestinos e lugares escondidos para ouvir fado :)
Janelinhas em Sintra.

random

4 de dezembro de 2016
Faz mais de um mês que eu não posto aqui e não tenho nenhuma desculpa :(
Segue umas fotos aleatórias pra dar um up nesse bloguinho abandonado.
Ganhei de uma amiga essa meia fabulosa.
Achei essa foto tão linda <3
Eu posso ou não posso ter saído assim na rua porque frankly my dear, I don't give a damn.
Meu livro favorito de cozinha + acessórios vintage para dar bossa ao look.
Gostaria de dizer que li E O Vento Levou e rapidamente virou meu livro favorito e pretendo fazer aqui uma resenha gigantesca contando a história do livro cheinha de spoilers <3
Também gostaria de dizer que estou faz 5 dias tentando assistir o filme E O Vento Levou e, apesar de estar achando maravilhoso, sempre acabo dormindo por motivos de: 4 horas de pura agonia.
Por último, gostaria de dizer que Clark Gable rapidamente virou meu ator favorito porque ESSE HOMEM TRANSFORMOU A MINHA IMAGINAÇÃO EM REALIDADE.
Claramente estou obcecada por E O Vento Levou.
Tecnologia do Blogger.
Back to Top